Páginas

terça-feira, 11 de junho de 2019

"17:44 min de Mim Mesmo!"



Assista o lançamento do vídeo Presença na Web Junho 2019.

Um vídeo para reconhecimento facilitado das minhas atividades e do meu perfil como Autor, Consultor e Empreendedor. E também nos campos da Espiritualidade e do interesse público.


Canal YouTube: https://www.youtube.com/user/tssalbrwebvideo
Data: 12/06/2019
Horário: 21:30 horas


Inscreva-se no Canal TSSALBRVideo para receber lembretes e notificações: https://youtu.be/mqe6taGPB9E

domingo, 9 de junho de 2019

Tres Homens Em Conflito - Por The Ukulele Orchestra of Great Britain


TERÇO CORAÇÃO DIVINO DE JESUS, PROVIDENCIAI



Veja só o que nos mostra este vídeo...! Não perca esta oportunidade...! Paz e bem! Bençãos e graças...!

Inimaginável para um crente consciencioso deixar de divulgar. Porque é bom, útil e valioso. Conforme Jesus instruiu, em Sua Divina Providência.

A Importância do Santo Rosário Para a Paz





Oração do Santo Rosário, ou do "Terço" diário, como recomendada também em Fátima pela Mãe de Jesus, a Rainha da Paz, é uma prática que idealmente deve ser realizada com amor e confiança, esperança e meditação nas dimensões de cada contemplação dos Mistérios nele lembrados. Oração deve ser feita com serenidade... O que traz gratificantes proveitos à Alma e ao corpo. À saúde em todos os aspectos relacionada a nossa vida.

Sobre a instrução de Jesus "Orai sem cessar", não requer ou significa orar fórmulas diferentes a cada momento de o fazermos. Mas orar frequentemente. Mesmo que as mesmas fórmulas de oração. Como o Pai Nosso, assumido por cristãos de todas as denominações.

Imagine se toda vez que fôssemos orar tivéssemos que inventar uma fórmula diferente de oração, somente para não sermos repetitivos. Seria "um Deus nos acuda" para termos tantas variedades de súplicas de adoração, glorificação, louvor ou outros propósitos. Isto se aplica a todas as nossas práticas de oração. Do Pai Nosso, da Ave Maria, do Glória, e todas as demais fórmulas a bom termo para o projeto de salvação.

domingo, 2 de junho de 2019

SURPREENDENTES Reações Animais a Música


Animais têm uma sensibilidade especial à harmonia musical.
Em função de diversos fatores, param até de comer!
Isto se dá mais comumente com animais que têm convívio frequente
com o ser humano. Que não vêem o ser humano necessariamente
como um inimigo ameaçador.

terça-feira, 7 de maio de 2019

Importantes e Recentes nas Redes

If by fruits you know the tree,
by the government you know a people

Si por los frutos se conoce el árbol,
por el Gobierno se conoce un pueblo


Si par des fruits si vous connaissez l'arbre,
par le gouvernement si vous connais un peuple


Did you think in battles where
your attitude made God does not win?

Avez-vous déjà pensé dans des batailles où
votre attitude fait Dieu ne gagne pas?

¿Has pensado en las batallas en que
su actitud hizo Dios no vencer?
 
Se 30 milhões de brasileiros com predisposição para conhecer
as instruções legadas por Deus na Bíblia
e poder aquisitivo incontestável para adquirir o livro
mais de R$1,5 Bilhão seria faturado favorecendo empregos diretos e indiretos
em Agronegócios, Construção Civil, Gestão Administrativa e Financeira,
Governo, Marketing, Petroquímica, Telecomunicações, Transportes,
tudo com geração de impostos, e os benefícios assistenciais em 
Educação, Missões, Moradia e Saúde
Mas com isto tudo, estou a ver navios e com compromissos financeiros rídiculos
relativamente a nossa realidade relacionada a isto
e ao que mais posso realizar industrial ou profissionalmente...

Enquanto isto, além do que uma pronta resposta da população mostraria
seu discernimento e praticidade ao que realmente produz resultados,
a mesma fica preponderantemente à mercê dos nossos serviços públicos.
 Compulsoriamente sustentados por alguns trilhões de Reais
em impostos, taxas e contribuições sem contrapartida imediata ou garantida...
Como se conhecer o legado providenciado por Deus não fosse também importante...
Considerando termos nos lares brasileiros pelo menos, no pouco,
uns 300 milhões de Bíblias, falar em 30 milhões somente para o livro aqui mencionado
não é, absolutamente, projeção impraticável.

Who needs to use money and time to denigrate us
terribly have fears on our progress

Quien necesita usar dinero y tiempo para denegrarnos
teme terriblemente nuestro progreso


Qui a besoin d'utiliser de l'argent Il son temps de nous dénigrer
craignez terriblement notre progrès

sexta-feira, 19 de abril de 2019

O destino de Lúcifer

Hoje após o almoço, preparando-me para participar das solenidades eclesiais da Sexta-feira Santa, novamente refleti sobre o que ocorrerá com Lúcifer em virtude do projeto de salvação da humanidade realizado por Deus...

Há muito, de vez em quando venho refletindo sobre isto. E hoje especialmente ocorreu-me a projeção que, sendo assim significativa e não pouco possível de ocorrer, resolvi materializar. A começar com este artigo. Sobre o que, consonante ou não com abordagens de outros temas em espiritualidade e vida em plenitude, poderei em breve tratar também em produções áudio-visuais.

Quando nós humanos pecamos ofendendo e prejudicando algum de nossos semelhantes, incorremos numa condição de responsabilidade. Pelo que, de acordo com nossa ordem social e plenamente diante de Deus, imediatamente começamos a vivenciar os ônus de nosso ato danoso. Do que somente recobramos a integridade pessoal, de natureza espiritual, moral e social, após termos reparados todos os prejuízos por nós causados. Inclusive secundários e sequelas, quando temos a sorte de conseguir isto. Mesmo na condição de praticantes do mal pela influência do demônio em nossa alienada desconexão e distância de Deus...

Lúcifer, segundo as Sagradas Escrituras cristãs, líder das legiões de anjos rebeldes que com ele foram expulsas do convívio santo com Deus, foi portanto condenado à danação do inferno. Do que posteriormente, após a criação de Adão e Eva tomando-se por base a Teoria Criacionista, foi causador do pecado original. Segundo o que, teria induzido Eva a comer, com Adão, do fruto da árvore proibida. Que na narrativa bíblica estava no meio do Jardim do Éden e na qual se encontrava Lúcifer retratado como em forma de serpente.

A partir daí, o ser humano, criado para viver sem exposição a doenças e necessidades de trabalhar para se manter, passou a tê-las e à convivência adversa com a serpente. Em que Deus teria Se referido à mulher como quem feriria a cabeça da serpente e a esta que feriria o calcanhar daquela ( Gênesis 3, 15 ).

Com a evolução da espécie humana e de toda a natureza, desde então temos a nossa história na Terra. Com altos e baixos decorrentes das virtudes e da falta delas. Em que temos sérios registros de ações demoníacas até com possessões em que não foi possível evitar a morte. Mesmo com a concorrência de Exorcistas, em condições funcionais e temporais que, analisadas com profundidade, poderiam explicar tais ausências de sucesso na expulsão do demônio.

E até hoje temos desvios da humanidade, com a ação do diabo em todos eles presente. Diabo na Bíblia relatado como "príncipe do mundo"... Como que, com os poderes a ele facultados exercer após pecado original, como filho de um rei teria conforto relativo a fazer e desfazer no Reino. Sem ser responsabilizado como os súditos pelos danos deliberada ou involuntariamente causados.

Os cristãos têm, todos, como certa a segunda vinda de Jesus. Em virtude da qual haverá a primeira ressurreição dos mortos e vários outros acontecimentos profetizados na Bíblia. Após o que, Lúcifer ficará mil anos aprisionado no inferno sem poder sair ( Apocalipse 19, 11-21; 20, 1-6 ). Os chamados mil anos de paz em que a humanidade viverá sem a sua perturbação. E após cujo período terá facultado o seu trânsito entre a humanidade...

Ora, se temos o ser humano passível de penalidades determinadas por Deus ainda nesta vida vivenciáveis, em decorrência de suas atitudes pecaminosamente classificadas, prejudiciais aos demais seres humanos com quem convive, seria o demônio ignorado por Deus em função de sua participação nisto tudo? Decerto que não...

Se ao ser humano, praticante do pecado pela influência do demônio, temos como o destino dos condenados a não viver a paz em plenitude dos eleitos ao Paraíso de Deus, natural é que o demônio, causador disso tudo, também pague o preço por tais infortúnios. Não somente o preço que hoje já vive, de não ter esperança de paz e vida em plenitude no Reino de Deus. Como também de ver-se na contingência de reinar somente no inferno, cercado de almas desafortunadas, ignorantemente por sua ação desviadas. E sobre as quais hoje exerce uma arbitrária e relativa plena regência. Portando-se em relação a elas de acordo com o que acha oportuno. Sem o menor respeito, com integral arbitrariedade. No inferno, onde há "choro e ranger de dentes"...

Deus tem ciúme de nós, feitos à Sua imagem e semelhança e todos objeto do seus mais dedicados esforços a que nos salvemos da danação ao inferno. E mesmo assim dispôs que aqueles de nós que, durante suas vidas, não tenham produzido bons frutos de salvação a contento, de acordo com suas realidades específicas, possam ser fadados aos domínios de Lúcifer no inferno. Sem a dignidade mínima com a qual possam contar com a salvação.

Isto dado, é razoável admitir que o demônio saia deste processo todo sem pagar um preço caro por tantas condenações malignamente obtidas? Muito possivelmente, não... No que podemos projetar que, além da condenação ao inferno e sua população de miseráveis condenados com a qual hoje conta, mais deverá pagar pelos danos que não cessa de provocar. Pelas Almas que não cessa de desviar...

Refletindo sobre isto, o que projetei? Algumas possibilidades que podem ser admitidas com bastante propriedade. Uma delas, a de que, após os mil anos de paz decorrentes da segunda vinda de Jesus, ao ter facultado o seu trânsito entre os humanos remanescentes na Terra, desmoralizado de vez, nada mais conseguiria em seduções capazes de levar seres humanos à condenação... Padecendo assim de um profundo suplício, transitando entre nós como um indigente maligno e errante ao qual nenhuma pessoa daria atenção e sobre as quais, pela santidade humana então consolidada, jamais viria a ter poder de influência... Passando a ver-se, na realidade material de uma nova Terra, simplesmente sem rumo nem prumo para fazer e desfazer com incautos como hoje tem condições. Após o que, com a última ressurreição dos mortos, viria a sofrer sua derradeira derrocada.

O seu destino fatal associado a esta nova etapa seria finalmente o esmagamento de sua cabeça em definitivo, sua morte eterna para nós humanos. Mas não terminando tudo simplesmente assim... Com sua morte e o fim de sua vivência maligna à humanidade, ver-se-ia novamente enfurnado no inferno com todas as almas para lá condenadas. Com as quais hoje faz e desfaz conforme bem quer e segundo seu humor. Tratando-as como cães danados "sem dono", dominadas integralmente na sua circunscrição onde o cheiro do enxofre é notório e a ausência de dignidade e paz é absoluta. Onde manipula tudo, com deformações as mais avassaladoras e deploráveis. Onde há "choro e ranger de dentes", de cada alma fadada ao seu poder desalmado, sem amor...

Entretanto, Deus poderia há muito estar considerando fechar com chave de ouro o projeto de salvação, em que a honra e o respeito divinos por cada ser humano são evidentes a todos os que conhecem as riquezas da Revelação do Deus Amor. Fazendo com que, uma vez terminado todo o processo de salvação segundo a Sua Sabedoria, ao enfurnar em definitivo Lúcifer no inferno, poderia considerar fazê-lo retirando dele todos os poderes de maltratar as almas que com suas legiões desviou e às quais proporcionou a condenação mais aterradora possível à humanidade. Expondo-lhe a sofrer flagelos e malhações por parte das mesmas almas, por tempo indeterminado, como o cachorro sem dono mais infeliz de toda a vida universal... As almas desviadas por Lúcifer, então malignas por natureza, poderiam vir a descontar nele todas as consequências das suas maquiavélicas sutis manobras que as levaram a perder a vida eterna dos eleitos a uma morada no Paraíso de Deus...

Imagine se isto ocorre... Imagine agora o desespero de Lúcifer ao considerar estas possibilidades... Imagine também se algo muito mais complexo e penalizador a ele pode estar determinado por Deus... Que não deixa barato nada que se faça de mal com os que fez à Sua imagem e semelhança... Aos que dotou de capacidade potencial de serem felizes, perfeitos e santos tal qual Ele...

Façamos tudo o que pudermos para alcançar a salvação... Amemos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos... Enquanto seres humanos livres para isto, devemos abraçar estas oportunidades com toda vontade...! Muito boa vontade...




segunda-feira, 8 de abril de 2019

Valorizar as Coisas, as Pessoas e a Vida...



Acabei de assistir um vídeo que Dom Vinícius Rezende, OSB postou ontem à noite no Facebook sobre este tema. E fiz um comentário que achei tão útil que resolvi compartilhar também aqui.

Valorizar as coisas, as pessoas e o que mais reconhecemos de bom é mesmo muito importante. Mas esta valorização requer ação! Não somente amizades virtuais inertes, curtidas de páginas que "admiramos ou valorizamos", ou somente elevada consideração! "O inferno está cheio de Almas de boas intenções." Que valorizaram o Senhor e Sua obra de salvação mas não valeram muito no processo de salvação. Fizeram menos do que podiam para fazer valer sua valorização de Deus Uno e Trino a quem devemos até adorar... Em "oração e ação", em estilo e qualidade de vida.

Precisamos efetivamente apoiar o que valorizamos, prestigiar "O Melhor Possível!" "Sempre Alerta!", cada um de nós, para, como a Quarta Pessoa da Família Real Celeste, a Rainha da Paz, recomendou recentemente, não desperdiçarmos uma só oportunidade de fazermos o bem... 

Precisamos ser efetivamente úteis e valorosos em relação ao que valorizamos. Diferentes, por exemplo, da grande maioria dos aproximadamente 2000 usuários do Facebook que somente curtiram a página Curiosidades Sobre a Bíblia e a Doutrina Cristã e mais nada fizeram para adquirir, promover e efetivamente usufruir do livro. Ou da grande maioria dos católicos, quando não outros cristãos, que têm Bíblia em casa e nunca leram a bom termo sequer o Novo Testamento... Ou dos milhões de católicos que não são dizimistas e que gastam com trivialidades mas não valorizam a Deus no Ofertório... Para não falar da catequese pessoal no dia a dia da própria vida... Ou dos que são amigos ou eleitores pouco úteis no dia a dia além de solenidades de preceito ou eleições.

E por aí vai se pensarmos em tantas outras condições em que apenas "valorizamos" em tese, mas na prática a realidade é outra... Que sejamos motivo de alegria, esperança e realizações inclusive a Deus... Para a felicidade e vida em plenitude da humanidade...!

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Precisamos querer bem viver


Na Quarta-feira de Cinzas, após entendimentos online que tive com uma amiga que mora na cidade goiana de Rio Verde, fui à agência dos Correios da cidade onde moro para enviar a ela uma porção de Kefir. Sem valor comercial e portanto sem a necessidade do objeto postal conduzir, na sua parte externa, Nota Fiscal com especificações do conteúdo anexada em embalagem plástica.

Ao par do que já realizei em alguns envios anteriores a outras pessoas, na etiqueta de endereçamento incluí uma nota em cinza claro informando o conteúdo. Para todos os investidos em responsabilidades de verificação de regularidade de objetos postais trabalhados pelos Correios disporem de referências úteis a suas premissas legais e de segurança.

Ao entregar o objeto postal para aquisição de selos e envio, durante os procedimentos tive a impressão de que a pessoa que me atendeu teria decidido expressamente colocar os selos em cima da nota informativa sobre o conteúdo. Se não por uma cansada distração. O que estimei poderia prejudicar o reconhecimento importante a quem viesse a manuseá-lo na tramitação de checagem de segurança ou encaminhamento à destinatária.

Supersaturado com inúmeras frustrações funcionais brasileiras decorrentes de pouco profissionalismo, apesar de não ter gostado nem um pouco da escolha do funcionário que me atendeu quanto a deliberada ou descuidadamente colocar os selos justamente em cima da informação que atencioso providenciei, não fiz nenhuma observação ao mesmo para que pusesse os selos noutra parte da etiqueta. Nisto também considerando que ele, de nível superior de formação, pudesse estar sabendo o que estava fazendo, então assegurado que sua decisão não prejudicaria o meu objetivo de postagem. Tudo isto para evitar dissabores e por ter diversas experiências das quais muitos de nós vivemos uma sensação de que regular algumas coisas no Brasil não concertam o Brasil. Apenas, quando possível, produzindo efeitos paliativos. Em alguns casos, conforme os envolvidos, de forma agregadamente estressante, num dia a dia em que responsabilidades relativamente maiores são mais relevantes. Mesmo que os haveres de menor importância também tenham o seu valor.

Até hoje o objeto postal não foi recebido por minha destinatária. Objeto postal que não foi enviado com registro de controle de entrega e recebimento porque quando o Carteiro pudesse procurá-la em sua residência, devido a seu horário de trabalho, não a encontraria em casa. E também porque o conteúdo não era de grande valor e o envio de Kefir através dos Correios, com identificação crível de remetentes e destinatários, em nosso País tem sido realizado com relativa qualidade e sem maiores problemas.

Não sei se o objeto foi retido por problemas de fiscalização operacional ou por apropriação indébita feita por alguém envolvido na rotina de processamento de envio, entrega ou recebimento. Mas sei que não chegou onde eu queria e após eu ter providenciado um envelope de excelente qualidade compatível com a natureza do conteúdo. Internamente acondicionado numa embalagem Tetrapak.

O Brasil precisa ser profissional em suas atividades. Assim como os Países desenvolvidos, precisa ser desenvolto a bom termo para um dia quem sabe alcançar a mencionada condição... Todos nós aqui precisamos querer bem viver e fazer viver... Isto é essencial para nossa segurança institucional e socioeconômica. Para nossa cidadania e para nossa qualidade de vida.

quarta-feira, 3 de abril de 2019

Navegar é preciso, sim...




A Sagrada Aliança implica em que façamos, nós que queremos que o Senhor Deus seja o nosso amparo e nossa vida, a nossa parte. Para que Ele faça a d'Ele. Senão não haverá Sua contrapartida... "O inferno está cheio de homens 'de boas intenções' ", entretanto sem obras. "A fé sem caridade (sem Amor, que é Deus) de nada vale."

Você já velejou...? Já conduziu um veleiro...? Quando conduzimos um veleiro, precisamos providenciar o seu rumo e sua velocidade, manobrando velas e leme, e também a inclinação da embarcação. De acordo com seu porte e o que o comportamento do mar exige. E não de acordo com parâmetros por nós definidos. Mas conforme a realidade que precisamos reconhecer e trabalhar. De acordo com a verdade revelada a nós de acordo com nossa capacidade de enxergar, de compreender as coisas, o universo da vida em que todos estamos inseridos. Para, sem naufragar, alcançarmos o destino que desejamos...  Confiantes no Senhor, com fé e sabedoria. "Procurai as ciências e a sabedoria." "Ai de quem não procurar a sabedoria." "Ai de quem não propagar a sabedoria." "Ai do tímido."

Para estarmos amparados por Deus, precisamos também realizar, com práticas que são denominadas de religiosas, o que Ele determinou através dos judeus então conduzidos por Moisés. Do povo que Ele elegeu como Seu privilegiado catalisador à salvação da humanidade. Espiritual e socioeconomicamente. Com orações e ações. Orações individuais e em comunidade ao menos semanalmente e nos Dias de Preceito, de Festas e Guarda, por Ele prescritos quando da contratação da Sagrada Aliança que visou a humanidade toda.

Oração sem as mencionadas práticas de nada vale. Como a fé! E trabalho sem oração se reduz a simples práticas efêmeras de sobrevivência animal sem relação expressa, conscienciosa, com Deus. Precisamos ser eficazes nas práticas sagradas preconizadas por Deus e nas de sobrevivência material que com elas são abençoadamente gratificantes. Em todos os aspectos.

Bem falou o poeta que "navegar é preciso, viver não é preciso"... Porque viver por viver é como alienadamente, inconsequentes e indiferentes, sermos conduzidos sem direção conforme as forças da natureza somente... E navegar exige consciência e providências nossas, agradáveis a Deus que nos quer eternamente Seus. Mas que para isto precisa que também nós queiramos. E com discernimento e sensibilidade à vida trabalhemos...

domingo, 24 de março de 2019

Jesus, Príncipe ou Rei da Paz?


http://servosdarainha.org.br/divulgacao/eco-de-mediugorie/

A Mãe de Jesus, a Rainha da Paz, seria a quarta pessoa da Família Real Celeste...! Perfeitamente completa, em 4 pessoas: Pai, Mãe, Filho e Espírito Santo! Não sendo a segunda, mesmo considerada a ordem tradicional familial acima mencionada, porquanto virtualmente com o múnus de Esposa de Deus, pai de Seu Filho (nascido abençoado de Pai e Mãe providencialmente unidos), somente porque Deus é Uno e Trino! Considerando-se que sem uma Mãe natural jamais teríamos o Filho naturalmente gestado, nutrido e nascido, mesmo enquanto Pai humanamente concebido pelo poder do Espírito Santo... Por Sua honra e humildade diante de nós, feitos à Sua imagem e semelhança. E como expressão incontestável do Seu Amor e respeito por nós.

A importância de Maria Santíssima, mesmo revestida das graças da predestinação à divina obra da redenção da humanidade, é indiscutível. Mesmo sendo predestinada, Deus efetivamente dependeu do Seu livre "Sim", "fazei de mim segundo a Sua palavra"... Salve Maria! Senhora de Anguera, do Egito, de Fátima (onde realizou o por dezenas de milhares testemunhado Milagre do Sol), Garabandal, Guadalupe, La Salette, Lourdes, Medjugorje, Naju e tantos santos lugares e agraciadas pessoas Aparecida...! E revelada! Antes e depois de Cristo! Por Cristo, com Cristo e em Cristo! Para glória de Deus Pai, Quem É Amor!

Deus Pai, exclusivamente em relação inclusive ao Filho, somente Ele sabe quando ocorrerá o Último Dia.... Jesus é na Bíblia anunciado como Príncipe da Paz ["4. Porque todo calçado que se traz na batalha, e todo manto manchado de sangue serão lançados ao fogo e se tornarão presa das chamas; 5. porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado; a soberania repousa sobre seus ombros, e ele se chama: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai eterno, Príncipe da Paz" (Isaías 9, 4-5)]. Mais foi recentemente mencionado pela Mãe, em Medjugorje, como Rei da Paz... 

Em sendo a Mãe Rainha da Paz, denota-se disto que Deus Seu Esposo, Pai Onipotente, Onisciente e Onipresente de Seu Filho, é o Rei da Paz... De Quem provém toda providência que leva à vida em plenitude. Inclusive, de acordo com a Teoria Criacionista, as vidas da Mãe, do Filho, da humanidade e de toda a Criação. Em sendo Príncipe, Jesus é virtualmente herdeiro do Rei. E assim virtual futuro Rei. Caso Seu Pai, Quem o Filho orientou aos com Ele irmanados que também considerem e orem como ao "Pai nosso que está nos Céus", tal qual os mortais pudesse vir a morrer, e assim legando Seu Reino a Seu Legítimo Herdeiro... 

Há certas cousas na realidade da fé que somente podemos claramente entender ou reconhecer se isto nos for proporcionado por Deus. Que "confunde os ímpios e os iníquos" e "perscruta vossos corações e vossos rins"... Do que dedicar atenção ao intangível por nós não tem justificativa no bom senso. Mais ainda quando detalhes irrelevantes de expressão não mudam o sentido das coisas. O Senhor prova os Seus, e os purifica como "ouro no cadinho". Nos testa segundo a Sua Sabedoria, para que os virtuosos tenham oportunidade de ser nesta condição comprovados. E então fortalecidos à obra do Senhor. Pelo testemunho na candura da fé e pelo exercício da humildade diante das verdades maiores da vida.

Se Jesus foi mencionado pelo Profeta Isaías como Príncipe da Paz, de fato, em sendo filho de Deus, o É... Se é Deus feito homem (João 14, 9), também é Rei... Ao qual, em virtude da honrosa, humilde e inteligente obediência para cumprimento dos desígnios do Pai, foi dada toda autoridade no Céu e na Terra (Mateus 28, 18).

Muito se crê e vive pela fé, e não pelo pleno entendimento. O qual, em sua integridade, pertence ao Senhor...


quarta-feira, 6 de março de 2019

Da Socialização e Outros Valores

Socialization is a good when it is exemptful and respectful.
Non-invasive or reflecting precariousness of bad Government.

La socialización es un bien cuando exime y respeta.
No invasiva o reflejando precariedad de malo Gobierno.

La socialisation est un bien quand il est exempter et respectueux.
Non-invasive ou reflétant la précarité d'un gouvernement tant pis.


God does not beg
our attention
He shows Himself and reveals Himself
In the Covenant and the Scriptures

Dios no suplica
nuestra atención
Se muestra y Se revela
En la Alianza y en las Escrituras


Dieu ne prie pas
notre attention
Il Se montre et Se révèle
Dans l'Alliance et les Ecritures


Only provide "cloth for sleeve"
for seamstresses or tailors
of your trust!

Fournir seulement "tissu pour manche"
pour couturières ou tailleurs
de votre confiance!

Solamente proporcione "paño para la manga"
para costureras o sastres
de su confianza!


If the union strengthens,
disunity weakens
Stay strong
is needed

Si la unión fortalece,
la desunión se debilita
Permanecer fuertes
se necesita

Si le union se renforce,
la désunion s'affaiblit
Reste fort
il faut

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Transparência Papal Faz Bem a Todos


Ao par de todos os que procuram estar informados sobre o que nos importa e é publicado pelos meios de comunicação, o mundo soube ontem, através da transparente declaração do mais alto dirigente da Igreja Católica, de um verdadeiro absurdo na história institucional das suas congregações religiosas e do clero. Um fato que chocou toda a humanidade. Mas cuja revelação expressou o amor e o apreço pela honestidade e a verdade diante de leigos e religiosos, católicos ou não.

A revelação, de S.S. o Papa Francisco, de que ele já fechou um convento porque suas integrantes foram reconhecidas como exploradas sexualmente por Padres, mostrou ao mundo a verdadeira filosofia da Igreja. A verdadeira filosofia cristã. Que expressa a fé pública, a honestidade e a responsabilidade social da Igreja...

Em primeira instância, a revelação nos apresentou uma dimensão historicamente jamais imaginada pela maioria de nós. No mundo contemporâneo. Um fato de profunda gravidade, revelando má formação e parca filosofia de vida evidentes em parte dos investidos na vida religiosa consagrada: Freiras, Irmãs de Caridade, Padres, e... até Bispos... Um verdadeiro escândalo para o Céu e na Terra... Um absurdo cujo preço é alto diante de Deus. Que não deixa em branco a animalesca imbecilidade dos agentes ativos e uma precária fraqueza das agentes passivas vitimadas pelos fatos narrados... Imbecilidade, mesmo... Condição análoga aos mais baixos Quocientes de Inteligência que as ciências comportamentais a bom termo consideram... O que é agravado pelo desprezo pecaminoso aos compromissos de profissões religiosas de conduta e fé...  O máximo que eu já pude estimar, ou até tomar conhecimento, de fatos da natureza dos narrados, foi de ocorrência de envolvimento afetivo de um determinado Padre com uma determinada Freira ou Irmã de Caridade... Individualmente e em decorrência de fragilidade emocional pontual em contextos que fragilizaram o exercício dos compromissos de votos religiosos. Mas que depois de algum tempo evoluíram para a regularização de vida matrimonial. Quando, isto não ocorrendo, os envolvidos foram submetidos a processos de recapitulação educacional e reencaminhados a exercício de funções religiosas ou de suporte às mesmas, a bem de sua castidade e de sua salvação...

Em segunda instância, a publicidade do fato pelo Papa Francisco expõe o Clero inteiro, com todas as Congregações de Vida Consagrada existentes, a viver sem máscaras diante da sociedade pelo Clero chamada leiga. E também descobre a realidade da Igreja para muitos da sua vida consagrada aos quais fatos como este também jamais puderam ser imaginados na extensão do relatado... 

Isto é muito bom... Tudo isto é abençoadamente bom... Porque com isto temos "encostados na parede" religiosas e religiosos consagrados, assim fortemente despertados, pressionados, a assumir com mais seriedade os preceitos de formação de qualidade, oração e vigilância na vida preconizados pelo Evangelho. Por Deus em seus livros sapienciais, e por Jesus e seus eminentes relatores no que temos registrado no Novo Testamento... A uma prática seriedade de formação e vida. Administrativa e espiritualmente. Filosofalmente. Assim de fato respeitável por nós, no tangente a Cristo, por Cristo e em Cristo representativas por ideal e objetivos de estilo de vida assumida...

A Igreja, de fato, não tem interesse em esconder, nem medo da verdade... E a revelação de fatos como o hoje objeto das manchetes de todos os jornais do Ocidente, e também do mundo inteiro, serve também para a manutenção da saúde da Alma e psicossomática do Papa, de todo o Clero, de todas as Congregações de Vida Consagrada da Igreja. Conviver em silêncio com verdadeiras porcarias como a relatada sobrecarrega corações e mentes de todos os responsáveis pela condução da Igreja. Libertar-se deste silêncio contribui para respirar bem e ter desempenho e raciocínio produtivo e saudável por excelência. "O silêncio dos justos fortalece os inimigos de Deus. Não fiqueis em silêncio. Anunciai a todos o Evangelho do Meu Jesus. Dizei a todos que Deus é verdade; que Ele existe e está muito perto de vós." (Nossa Senhora ao Confidente Pedro Régis, de Anguera/Bahia) E grandes e perigosos inimigos são os falsos amigos, os lobos em peles de cordeiros. Ou promíscuos em batinas de Padres de condutas repugnantes a Deus e aos homens...

Ser cristão, de vida "leiga", como hoje assim temos declarados os cristãos sem votos de vida religiosa consagrada, ou estes outros, não é brincadeira. Deve ser levado a sério. Pelo que, diferentemente do que alguns Padres sutentam até em sermões, temos necessidade, sim, de ler a Bíblia, as Sagradas Escrituras. E entendê-las integralmente. Deus não as providenciou para fazer graça ou somente para o Clero ler. O próprio Papa Francisco, em um dos Sermões que proferiu no Seu Pontificado, declarou que um dos maiores escândalos da Igreja é a pouca dedicação a conhecer as Sagradas Escrituras... "Ai de quem não procurar a Sabedoria." "Ai de quem não propagar a Sabedoria." "Ai do tímido." "Procurai as ciências e a Sabedoria." (Bíblia "O Pão", Edições Paulinas).  Daí a origem do meu trabalho sobre os mais de 25 anos de pesquisa que fiz sobre a Bíblia, que tem renda programada toda destinada às Missões e à caridade... Em que facilitar o acesso às instruções práticas da Bíblia especialmente a quem não tem preparo ou tempo de ler proficuamente a Bíblia toda foi a razão principal que orientou a minha primeira publicação resultante da mencionada pesquisa... (amostra estrutural do livro aqui) O que é aqui lembrado não por propaganda. Mas por valiosa oportunidade. Útil a todos os que não dispõem do que no livro é disponibilizado. Justamente para que, individualmente considerados, ou interativamente "leigos"-"leigos" ou "leigos"-religiosos  consagrados, ou religiosos consagrados-religiosos consagrados, tenhamos uma cristandade forte, orante e vigilante... Cônscia, conscienciosa, não estúpida frente às astúcias do inimigo que pode estar até por trás das mais sagradas investiduras cristãs... Uma vergonha para Deus... Um desastre para muitas Almas...

Transparência papal faz bem a todos. Traz consciência à Igreja. A expõe de frente para o mundo. A faz respirar sem amarras abjetas... A conduz a procurar viver e fazer viver a conversão e a santidade com verdadeira tenacidade...

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo...! Para sempre seja louvado...! Ele, Seu Pai, Sua Mãe e Seu Divino Espírito Santo...! Amém...! A referência real para a firme perseverança no verdadeiro discernimento na santa fé... Por "leigos" e por todos os religiosos... Inclusive o Papa...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Político-administrativamente Livre...!


Politically-administratively I am free and unhindered No secret strings ...!

Não há nada da minha vivência profissional ou social de Governo que eu não possa tratar com quem quer que eu queira. Livremente e sem quaisquer impedimentos de ordem institucional que pudessem requerer meu compulsório sigilo. Absolutamente nada. O único fator determinante de minha abordagem é o meu próprio caráter. Meu critério em relação a condições e potenciais interlocutores. E nada mais. Jamais fui subordinado a autoridades de Informação ou atividades que impõem segredo estratégico. Ou envolvido em compromissos que expressamente restringem servidores públicos ou interlocutores privados relacionados a sigilo compulsório perante terceiros. Esclarecer sobre isto é útil a todos os interessados nos meus potenciais profissionais e correlacionados! Eu poderia ter providenciado isto há muito tempo! Mas o bom senso pressupôs este discernimento por muitos. E fatores adversos concorreram a que somente hoje viesse a ter condições de publicar isto a bom termo!



quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Mais Reflexões Em Escassos Tempos!

Para não dizer que no primeiro mês do ano não lembrei dos leitores, e não "que não falei de flores", mesmo porque quem me conhece sabe bem o quanto dedico de atenção à flora, na escassez de tempo para "pensar bem" em que dissertar para meus seguidores e visitantes, algumas das reflexões recentes socialmente partilhadas nas redes virtuais:










E, para finalizar, algumas das mencionadas no início desta postagem:





Qualquer hora dessas escrevo novamente sobre o Governo do Brasil, nós, o povo brasileiro, nossa realidade comercial, industrial e econômico-financeira, nosso comportamento de cidadãos de uma democracia de livre iniciativa, o prestígio efetivo que o povo dá a Governos e Iniciativa Privada, artes, cultura, saúde, segurança, soberania nacional e o que mais puder! De acordo com o que minhas condições pessoais resultantes da participação dessa turma toda no que afeta a minha vida, as nossas vidas, o permitirem...!