Páginas

domingo, 25 de setembro de 2016

Sobre O Preço da Reconciliação

Dia do Senhor para a grande maioria do cristãos, e uma reflexão importante para a salvação de todos os humanos vivos:

O Reino dos Céus é alcançável por cada um de nós, até mesmo os maiores pecadores, aqueles que tenham cometido as maiores atrocidades, os mais hodiondos crimes ou pecados, os mais terríveis atos de abuso na covardia. Desde que não tenham blasfemado contra o Espírito Santo. Quem blasfema contra o Espírito Santo o faria por já estar bem ruim de práticas malignas... Mas a reconciliação para com Deus, e todos os feitos à Sua imagem e semelhança, tem um preço: a reparação dos danos causados, de acordo com a capacidade máxima de cada ofensor, em condição econômica e de consciência, de discernimento. Quem não tiver disposição de pagar este preço, após a obtenção do perdão possível, não entrará no Reino dos Céus. Sem dúvida nenhuma será carregado para o Inferno de acordo com a evolução natural dos fatos...

Ter prosperidade material, econômica e financeira, e realizações sociais, é muito bom para a vida nesta Terra. E necessário para provimento de tudo o que é essencial sustentar, inclusive da Igreja. Mas de nada valerá termos tudo isto, "ganhar o mundo inteiro", se no final das contas não conseguirmos a grande santa meta de vencer no bom combate e obter assim as graças da vida em plenitude no Paraíso de Deus...

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

UTILIDADE PÚBLICA EM ACIDENTES


Josiane Trocatti, Coordenadora Administrativa de unidade do SAMU, distribuiu recentemente uma nota relacionada a dificuldades de identificação de pessoas próximas a acidentados socorridos pelos serviços públicos que os assistem em emergências, especialmente em trânsito rodoviário. Com recomendações que se destaque, nos cadastros de contatos registrados em telefones celulares, as pessoas mais próximas de cada um de nós. Para primeiros contatos em casos de acidentes em que as equipes de socorro não contem conosco em estado de consciência para indicar a quem comunicar nosso estado. Sugerindo que se adicione, antes dos nomes das pessoas a isto relacionadas, duas letras AA. Para que elas encabecem a lista de contatos.

Eu já tinha isto em conta e portanto destacado familiais mais próximos com os quais eventualmente venha a ser necessário contatar nos casos previstos. Com "underlines", __, sublinhados vazios. Ao que acrescentei agora também qualificações familiais. O que pode também ser feito com relação a sócios comerciais, colegas de estudo ou trabalho, e outras pessoas interessadas e qualificadas para providências de interesse.

Josiane recomenda que o que ela sugere seja divulgado e compartilhado multiplicadamente. E isto é mesmo muito útil.

Fica aqui a lembrança.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Como Deve Ser Vista "A Cruz de Cada Um"

Acabei de fazer o comentário abaixo respondendo uma postagem de um grande amigo Padre, que por sinal gosta do meu livro nela mencionado. Sobre como devemos considerar "a nossa cruz", quando na Igreja se prega abracemos nossas cruzes pessoais. O que é muito útil para todos os cristãos e tambem para aqueles com atenção despertada para nossa realidade e nossos valores.

A nossa cruz deve ser interpretada também apenas como as nossas dificuldades e nossos desafios pessoais naturais das nossas condições culturais, educacionais, financeiras, patrimoniais e políticas. Ao que devemos considerar os nossos valores de qualidade de abordagem e vida no discernimento da fé e confiantes em Deus. E nele unidos em tudo o que é a nós apresentado fazer e responder, construir e manter... 

Não é para também sermos crucificados como Jesus o foi. A cruz da Sua Paixão era dele... As nossas são conforme nossas realidades pessoais. Todas mais leves que a dele, por mais difíceis que possam ser, serão sempre muito menores que a dele. Sabem quantos golpes Ele sofreu em Sua Paixão? 5458, como Ele o revelou a Santa Santa Brígida de Suecia

Bem, para enfrentarmos a vida honrando a Santíssima Trindade e a Mãe Santíssima da melhor forma, neste mês da Bíblia, nada melhor que uma recomendação de um livro, modéstia a parte o melhor que conheço para facilitar isto, com o qual temos oportunidade de conhecer simplificadamente o sumo das instruções práticas legadas por Deus a nós! Que tal considerar adquirir e ler Curiosidades Sobre a Bíblia e a Doutrina Cristã?! Detalhes sobre o conteúdo, depoimentos de alguns leitores e informações sobre o programa assistencial vinculado em http://www.tssal.com/editora/tssal001_relig_br3.html

Se terminarmos nossas vidas sem ter procurado e propagado a sabedoria divina, Deus poderá nos dizer: " - Paradona!", " - Paradão"...! E então?! Como ficaremos?!