Páginas

domingo, 14 de agosto de 2016

Consciencioso Feliz Dia dos Pais

Feliz Dia dos Pais a todos os amigos que são pais e a todos os pais de quem têm amizade comigo. E também aos pais de todas as famílias dos que lerem estas.

Neste dia, uma reflexão que acabo de fazer considerando minha realidade de pai: importante é refletir na nossa história; em que temos a responsabilidade de nossos tetravôs, tataravôs, bisavôs, avôs, pais e de nós mesmos, que somos pais, pelo que nossos tetravôs e tetravós, tataravôs e tataravós, bisavôs e bisavós, avôs e avós, pais e mães, tios e tias, irmãos e irmãs, primos e primas, filhos e filhas, netos e netas, bisnetos e bisnetas, tataranetos e tataranetas, tetranetos e tetranetas, e todos os por estas mencionadas gerações fizeram, fazem, fazemos e farão, viveram, vivem, vivemos e viverão... Em que também importa considerar reverentemente, zelosamente, também todas as pessoas que com todos nós se relacionaram e relacionarão de uma forma ou de outra. Com uma autoridade ou com outra, com um poder ou com outro... Em que foi gerada dignidade ou indignidade, felicidade ou infelicidade? Em que dimensão foi favorecida ou não a vida? Em que amplitude foi despertado ou não o discernimento na santa fé? Em que foi estimulada ou não a busca das ciências e da sabedoria?

Independente das respostas que cada um de nós possa ter sobre tudo isto, importa rever nossas histórias e, tomando como referência, por exemplo, o lema do Apóstolo da Califórnia, São Junípero Serra, continuar vivendo e fazendo viver. "Sempre avante, jamais retroceder. A todos os que têm pais vivos com os quais possam confraternizar, desejo o melhor da vida neste sentido, especialmente hoje. Confraternizem calorosamente, generosamente, com abundância de amor! Vivam e façam viver! Aos que não mais têm, ou não têm condições práticas para isto, desejo a paz que vossos pais amorosamente sempre desejaram vocês tivessem. E aos pais não alcançados por seus filhos nesta data, a paz da consciência em virtude do que melhor fizeram pelos seus filhos e todos os seus descendentes. E a todos as graças e o reconhecimento do Pai nosso que está nos Céus. Que nos ama, a cada um de nós, como nós somos. Felicidades a todos...!