Páginas

domingo, 5 de junho de 2016

Hora da Misericórdia - Outra Reflexão


Imagine estarmos dependurados numa cruz, amarrados por tempo indeterminado até nosso último suspiro. Quinze minutos, trinta minutos, uma hora, duas, e três... Imagine agora estarmos dependurados encravados... Sem termos como nos mexer, sujeitos às leis da biologia, da física e da química, e assim expostos ao tempo, ao Sol, ao vento... Imagine a ação da gravidade, puxando nossos corpos pra baixo, dilatando os furos feitos pelos cravos em nossos braços e nossos pés... Sem termos a menor condição de sequer nos ajeitarmos, e sujeitos ao quanto mais nos mexermos pior podermos ficar...

Foi assim a agonia de Jesus na cruz, durante três horas. E assim ele ficou após a morte, pelo menos durante mais três horas após morrer. E assim Sua Santíssima Mãe Lhe acompanhou de perto, solidária em todos os Seus sofrimentos. Mas nobre no discernimento da santa fé...

Esta reflexão foi dada há pouco, durante a contemplação da décima segunda estação da Via Sacra. Em que imergir você nesta rica oportunidade de se aprofundar na realidade vivida por Jesus foi considerado muito proveitoso a todos nós. E a Jesus e Maria... E Deus Pai e ao Espírito Santo que age onde quer...

Sobre a Hora da Misericórdia, clique aqui


Nenhum comentário: