Páginas

sábado, 28 de setembro de 2013

DA OBRIGAÇÃO MORAL DE VOTAR NO BRASIL

Uma vez que o princípio republicano da representatividade é concernente aos cidadãos das jurisdições representadas por candidatos e eleitos, temos em conta que as respectivas candidaturas têm relação direta com a cidadania. A níveis municipais, estaduais e, naturalmente, federal, nacional.

Assim, uma vez que a eleitores emanados de diferentes cidades ou unidades federativas que não aquelas em que se encontram estabelecidos somente seria sociologicamente legítima a candidatura a cargos eletivos públicos se investidos das respectivas cidadanias, aos mesmos seria moral e civicamente exigido o exercício do voto aos concernentes candidatos apenas assim. Pois, sendo no Brasil compulsório o voto, sem seu exercício comprovado não podermos usufruir direitos de ordem pública os mais diversos, votar municipal ou estadualmente sem o provimento da cidadania concernente seria apenas uma prática mecanicista. Sem compromisso ou envolvimentos pessoais profundos com a realidade sociopolítica associada. E não propriamente um exercício vinculado a uma condição na qual o eleitor estaria enraizado nas realidades jurisdicionais em que encontrar-se-ia circunstancialmente inserido. Independente de prazo de residência, se desprovido de condição de cidadania. A bem pensar, se os eleitores então considerados não tiverem atividades econômicas próprias que justificariam interesse diferenciado.

Portanto, seria interessante considerar que, a cidadãos brasileiros não residentes em suas terras natais, apenas compulsoriamente exercendo o voto por obrigação legal, caberia moralmente exercer a opção do voto apenas considerando candidatos expressamente vinculados às cidadanias cívicas ou condições socioeconômicas pelas quais poderiam ter motivação a também eles ser candidatos. Sendo as demais obrigações de voto aos demais candidatos moralmente exercitáveis apenas com o voto em branco. O que seria moral e civicamente inatacável. Afinal, os candidatos às eleições, no fundo, somente representam seus concidadãos moral e civicamente plenos à defesa dos interesses cuja enraizada representatividade é objeto de eleição. Eleição a representatividade geopolítica, antes de qualquer coisa moral e cívica. De cada pessoa com responsabilidade legal e interesse pessoal à representação institucional, econômica, política e social.

Esta, sim, é uma opção madura num país em que temos inúmeras circunscrições eleitorais municipais e estaduais cujos representantes mal ou pouco vestem a camisa da nação como um todo cuja realidade de ordem e valores a todos afeta. “O que é nacional, deixa pra Brasília...”, não é mesmo? “Não se envolve com isso, não, que dá rolo”... A unicidade nacional, a famosa brasilidade, com posturas como aqui lembradas fica somente para torcer pelos atletas e selecionados desportivos que nos representam mundialmente. Quando logram grandes vitórias... Ou para as estatísticas que nos apontam como “um País que é uma das maiores economias mundiais”...

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

CONDIÇÃO BRASILEIRA PARA CURTIR MÚSICAS POP ESTRANGEIRAS!

Uma das vantagens de ser brasileiro com acesso a músicas pop estrangeiras de bom ritmo é que a gente pode ouvi-las e vivenciar seus ritmos apenas com nossos bons pensamentos! Considerando somente o bom e o melhor, de acordo com o que temos em esperanças de boa qualidade de vida! Nisto temos mais uma vantagem! Porque, se formos analisar todas as letras, certamente não iremos curtir tanto quanto o temos feito em muitas! Ligamos a ideia de juventude e brados com bons valores de defesa de respeito, solidariedade humana e liberdade a pleno termo! Vida brasileira!!! O Espírito Santo de Deus assim nos vê não como profundamente ligados nas referidas letras, mas no que temos espiritualmente de bom e ao par consideramos confiantes na mais perfeita ordem, na mais santa paz, na mais fraternal felicidade...! Bom e proveitoso fim de semana a todos! Que possa ser abençoadamente rico! Nos vemos por aí?!   

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Em Que Estou e Estamos Pensando?!


Participando, estou pensando no que quem me conhece ou sabe de mim pensa, tem pensado e está pensando! A respeito do que eu tenho pensado, estou pensando, penso, promovo, promovi, realizo, tenho realizado, tratei, trato e tenho tratado! No que quem me conhece ou sabe de mim e disso tudo responde, respondeu e responderá! Em pensamentos e práticas, em corações e mentes! Em respostas ausentes, inocentes, salutares, tímidas ou valentes! E no que esta realidade presencial ou virtualmente tem proporcionado a mim, a cada um de nós, e a nós todos no que somos concidadãos ou congruentes! Sem esperar o inesperado, operar o inoperável, contestar o incontestável ou ser "pedreiro penseiro esperando o trem que já vem, que já vem, que já vem, que já vem..." Afinal, ter bom senso é salutar...!


terça-feira, 3 de setembro de 2013

Anguera - Presença Mariana no Brasil

O interesse religioso que tem feito de mim um Autor em Teologia, além do que tenho publicado em blog e do meu livro sobre a Bíblia, fez também com que eu dedicasse especial atenção à mariologia.

Nisto tudo, tenho estudadas todas as aparições marianas de que temos conhecimento no Mundo. Dentre as mais conhecidas, de Fátima, do Egito, Garabandal, Guadalupe, Lourdes e Medjugorje, que continua há mais de 30 anos, temos as que identificam a Rainha da Paz com o termo Nossa Senhora de Anguera. As segundas mais longas aparições marianas da história. Registradas semanalmente ao Confidente Pedro Régis, daquela cidade próxima a Feira de Santana, Bahia.

Durante anos, Pedro Régis nos revelou mensagens em que a esposa de Deus e Mãe de Jesus nos dizia que chegaria o por Ela denominado Tempo das Grandes Tribulações. O qual, em Janeiro de 2005, foi anunciado como chegado.

A partir de então, comecei a produzir um relatório com as mensagens relacionadas a este tempo. Mensagens estas com anúncios de catástrofes e problemas diversos, em vários casos coincidindo com revelações feitas a outros Videntes. Este relatório, denominado Anguera - Mensagens do Tempo das Grandes Tribulações, há anos venho partilhando no âmbito da Igreja Católica e também através dos perfis que tenho nas mais conhecidas redes sociais. E agora partilho também aqui, para acesso dos interessados no assunto e o melhor proveito que possa ser dado.

Na última página do arquivo, há links para sítios Internet relacionados a diversas aparições que merecem a atenção dos mais atentos interessados.