Páginas

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Um Filme que Não é Religioso

Neste Dia de Natal de 2012, navegando no YouTube, verifiquei disponível um filme intitulado "ROMASANTA". Sem maiores explicações no índice, sobre seu enredo.

Imaginando tratar-se de um filme com foco religioso, decidi assistir. No início apresentando um quadro de sociedade da idade média, com um episódio em que um lobo atacara um porco e, após o ingresso de uma bela jovem no cômodo rural em que o porco foi morto, encara a jovem... Momento em que estima-se que haveria um ataque à mesma, ou então um abandono do local por alguma outra razão que a presença da jovem poderia influir no lobo. Mas então aparece um homem, que ingressa no local e fita o lobo. Após o que, o lobo se retira rumo à floresta.

A cena, para quem estava concentrado na ideia de um filme religioso, em que poderíamos ter um enredo relacionado ao desenvolvimento do cristianismo em Roma, fez-me pensar nos episódios conhecidos nas narrativas de "São Francisco e o Lobo".

O filme prossegue, na sequência apresentando quadros com corpos de pessoas mortas na floresta, lobos capturados e mortos, e também uma outra em que o homem que havia entrado no recinto inicialmente mencionado, casado com uma irmã da jovem, providencia mudar-se para Santander. Acompanhado da esposa e de uma cunhada adolescente. Seguindo-se a um quadro no qual a jovem inicialmente mencionada, que inspirava pureza no relacionado a um filme de caráter religioso e também pela doçura apresentada, aproxima-se da carruagem, com um cavalo selado e na intenção de mudar-se junto com a família de sua irmã. Em que se mencionara Santander como uma cidade mais segura. Mas é repudiada pela irmã, sob argumentos de que ela teria interesse real apenas de traí-la com o cunhado.

Neste momento, passa pela minha mente uma projeção de que a jovem estupidamente repudiada poderia vir a ser agraciada com bençãos futuras relacionadas às adversidades dos perigos vivenciados na aldeia em que moravam. A viagem programada se dá, e uma série de eventos ocorrem, de forma a surpreender a audiência pelas atitudes pouco prudentes dos viajantes. Particularmente reforçadas com uma atitude do homem na captura de um pássaro feita por sua adolescente cunhada, decerto com suas instruções. Seguida de procedimentos não claros a que o pássaro pudesse ser visto "voando como uma borboleta". Após o que, o mesmo acaba morrendo ao se chocar com um rochedo. 

A esposa tendo sido estimulada a banhar-se antes do anoitecer, sozinha numa piscina natural, acaba ouvindo ruídos estranhos e encontra uma criança morta: sua irmã. Vindo a ser atacada naquele momento, pelo que a audiência poderia estimar seria um lobo... Depois de outros episódios, temos a jovem que ficou na aldeia reencontrando seu cunhado viúvo que retornara. Vindo a ser cortejada por ele num momento em que insegura interrompe o flerte.

Posteriormente, o filme apresenta um quadro que surpreende a audiência com uma novidade contraditória ao que se poderia relacionar a um enredo com uma fascinante história de santidade confirmada: a jovem é apresentada tomando banho, então sendo surpreendida pela presença do cunhado. O qual acaba envolvendo-a com carícias sutis que culminam num quadro de erotismo rodeado de expressões que confundem a audiência desavisada. Com expressões de frágil e inexperiente inocência, sedução expressa e volúpia. Deste instante em diante, passando o filme a ter um enredo reforçado por cenas apresentando reações químicas e de evolução biológica, outro personagem evidenciadamente relacionado aos ataques de lobo, como que sendo um lobisomen. E mais, apesar de não mais mostrar cenas eróticas de sedução...

Um filme que não é recomendado para quem tenha interesse numa produção cujo título facilmente seria relacionado a uma história de religiosidade. Com um título que dá no que pensar, quanto ao sentido real de sua produção. A audiências desavisadas, inexperientes, em formação, em busca de qualidade de vida, efetivamente, uma produção contraindicada. Romasanta é revelado como o sobrenome do cunhado da jovem, sem nenhuma relação com Roma, a Cidade Santa...

domingo, 16 de dezembro de 2012

COMO ESTÁ A VIDA?!

Há pouco, respondi a uma amiga também ativa em evangelização, uma pessoa que vive e também propugna por uma cultura de oração, a respeito de como está a vida! Partilho aqui!

"Bem, a vida sendo vivida a bem! Entre brasileiras e brasileiros... Conforme a preferência nacional, ao que me alcança na prática...! Evangelizando, desperto à verdadeira vida sem que o tempo passe de forma inútil. Aliás, minha firmeza sempre se deu pelo fato de eu ser uma pessoa que evangeliza até mesmo pelo estilo de vida... Parâmetros cristãos jamais permitiram que eu ultrapassasse certos limites, irreverente a preceitos essenciais de nossa ordem familial... Tudo de acordo com a consciência e a credibilidade ao que se esperava ter em qualidade de gestores de Governo e sociedade... Boa semana, irmã! Salve Maria!"

domingo, 9 de dezembro de 2012

Sobre o Abuso Sexual e Consequências


Acabo de comentar postagem compartilhada no Facebook, relacionada ao cartaz acima. Que fez aflorar reflexões que recentemente fiz sobre o tema. Que compartilho também aqui. O assunto é sério, e deve ser tratado com objetividade também pelas autoridades e entidades dedicadas ao mesmo. Sem o que, verdadeiros esquemas organizados prejudiciais também à democracia prosperam danosamente.

Abuso sexual, se é grave em toda idade, em havendo com crianças e adolescentes é especialmente prejudicial. Deve ser abordado com clareza, direto ao assunto, objetivamente. Muitas vítimas sofrem consequências morais duradouras também por problemas de conduta de pais e outros adultos que, conhecendo ou supondo o ocorrido, não o tratam assim. Alguns deles, por serem, também eles, traumatizados no assunto ou mentalmente poluídos. O que potencializa os riscos de "bulling".

Sobre este assunto, lembro aspectos históricos concernentes ao interesse de dominação econômica com base em destruição de valores morais da família. Do que temos registros famosos no Brasil e em outros países. O abuso sexual ou a ofensa a valores de ordem moral da família, associados a manobras sociais de "bulling", difamação ou marginalização, são fatores também de criminosa dominação socioeconômica. Com reflexos nos potenciais de participação na vida pública, político-institucional de modo geral, de sociedades vitimadas por isto. Aos ofensores favorecendo, aos ofendidos e inibidos pelas pressões sociais acima mencionadas prejudicando. E assim prejudicando também a qualidade de vida democrática por excelência.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Por que Deus incomoda tanto?

Numa Democracia representativa, o que prepondera é a preferência da maioria. O que explica a Constituição de um País, dada pelo consenso preponderante que reflete os valores mais evidentes e pujantes para a qualidade moral e cívica de um povo. E os mandatários governamentais investidos por maioria eleitoral. O que significa que as minorias não exercem poder determinante sobre o que uma Nação tem como essencial em valores que alicerçam a identidade e a história representativas do gosto do seu povo. Incluídas as suas raízes e  tradições. Que dão sustentabilidade ao seu caráter e orientam a legitimação de suas Leis.

Imagine se todos tivessem que permitir que as pessoas andassem nuas e sem alusão ao decoro e à urbanidade, simplesmente porque uma minoria gostaria de andar assim. A minoria não tem o direito de ignorar a história e os valores da maioria. Tampouco de querer impor suas preferências contraditoriamente aos parâmetros de ordem institucional e moral e cívica nacionais. O que se estende também aos valores espirituais e religiosos sobre os quais um povo tem sua história registrada.

Isto é válido também para os ícones de fé que expressam o reconhecimento de Deus e os respectivos referenciais sobre os quais uma Nação tem consolidadas as bases de ordem da família e da conduta social. Como, por exemplo, os crucifixos presentes em Tribunais de Justiça, as estátuas referendando a fé arraigada de seu povo. Como o Cristo Redentor, os Apóstolos esculpidos pelo Aleijadinho, os Cruzeiros, o Padre Cícero do Juazeiro, a Sagrada Família de Nazaré, e muitos outros. O que acompanham também estátuas de personagens ilustres da vida cultural e política, representativas do reconhecimento de valor consagrado pela maioria de uma população. Sociologicamente abonadas, portanto. Refletindo consenso e unicidade em torno do que tem peso histórico no desenvolvimento das melhores condições de desenvolvimento de uma Nação.

No dia em que um povo alicerçado na cultura da fé em Deus chegar ao ponto de excluir Seus ícones de valor do seio de suas instituições, esta sociedade terá como que dito: " - Os valores oriundos de Deus para nós de nada valem." Ficará como que equiparada a animais irracionais cuja laicidade é dada simplesmente pela sua precariedade natural de sequer entender analiticamente o que é Deus. E assim dada ao exercício da vida simplesmente pelos instintos naturais reprodutivos. Sem fé, sem medicina veterinária, sem discernimento além do que está na frente do nariz, enfim. Sem discernimento sobre o que é fidelidade, incesto, consanguinidade danosa, moral de família e sociedade, e tudo o mais que somente o ser humano tem condições de exercitar.

Sem os tradicionais ícones cristãos nos Tribunais do Brasil, teríamos como que admitido que todas as nossas Leis e toda a nossa história, preponderantemente defendidas com base nos princípios de Direito Cristão, viessem a ser em tal desprezadas. Tal qual os descendentes de uma família desprezariam seus ancestrais e os valores de educação sobre os quais se desenvolveram. Logo os ícones do cristianismo, de onde provém o Direito Romano, base referencial da legislação de todo o Ocidente. Seria um grave erro contra nós mesmos.

Em nome dos direitos de uma minoria declarada sem fé ou não cristã, ou mesmo em nome de um Estado dito laico entretanto constituído de forma confiada expressamente a Deus, no caso brasileiro Deus Pai de Jesus Cristo, Redentor do Mundo, primeiro se retirariam os crucifixos dos Tribunais. Depois o Cristo Redentor do Corcovado e das centenas de cidades brasileiras em que Sua imagem vem sendo orgulhosamente multiplicada. Depois as cruzes dos topos das Igrejas... Em nome de uma minoria que não expressa nossa identidade nacional brasileira. Ignorando que até a Constituição Brasileira, bem como as de todas as Repúblicas Representativas ou mesmo Monarquias Parlamentaristas, representam não as preferências de minorias. Mas o consenso da maioria. A começar pelo quantitativo de cada fórum parlamentar responsável por suas definições. 

Pelo critério da opção de minorias, poderíamos chegar ao ponto de permitir o nudismo em qualquer lugar, porque tem uma minoria que entende que andar sem roupa é tão natural quanto andar vestido, ou mesmo mais salutar socialmente. Ou de admitir que o furto ou o roubo é lícito porque há uma minoria que não tem senso para providenciar com humildade o necessário ao seu sustento, através do trabalho ou da ajuda legítima de acordo com a ordem econômica e social. Que rege a distribuição e o ganho de patrimônio ou recursos segundo o esforço ordeiro. E mais...

Isto tudo importa em proporção direta com o descaso que desafortunados têm exercitado para com os valiosos preceitos da fé, das instruções e da revelação divinas.

No artigo "Por que Deus incomoda tanto?" do Arcebispo de São Paulo, S.E. Dom Odilo Pedro Cardeal Scherer, temos uma boa reflexão sobre esta abordagem.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Considerações Profissionais em Congratulações


Acabo de cumprimentar um amigo que conheço desde os seus infantis anos, agora Engenheiro Florestal do qual tive satisfação de corresponder a convite de conexão no LinkedIn.

Ao que, nas minhas considerações de congratulações, lembrei sobre oportunidades que ele poderia considerar importantes ao meu envolvimento nos projetos em que tem ou venha a ter participação. No que expressei o valor de união de capacidades profissionais essenciais ao melhor desenvolvimento sustentável.

Tempos atrás, conversando com um Engenheiro Agrônomo e mencionando a ele que sou Consultor também em Agronegócios, ouvi do mesmo uma menção que me surpreendeu: "Administrador atuando em Consultoria em Agronegócios?" O que lamentei. Mas sequer repliquei... Imagine se eu replicasse a ele questionando a atuação de um Engenheiro Agrônomo em consultoria de negócios. Biólogos, Engenheiros Agrônomos, Engenheiros Florestais, Veterinários, Zootecnistas e outros profissionais afins não são formados para gestão ou planejamento de negócios. Administradores, sim. E de todos os negócios. Mas, para prejuízo de muitos, esta verdade não é observada por muitos. Razão pela qual temos hoje o Brasil com inúmeros produtores rurais no ônus das dívidas dos famosos contratos de securitização, empreendimentos diversos interrompidos no que poderiam estar pujantes, e muito mais. Simplesmente porque a ignorância dos aspectos acima ou a insegurança científica gerada por formações precárias têm feito com que nossa realidade de mercado de consultores contenha uma grande quantidade de especuladores introspectivos e sem dinamismo inteligente para abraçar a responsabilidade e a verdade de frente. Muitas vezes à custa do risco de patrimônio de clientes não raro menos preparados ainda. Todos com boa fé, mas "humildes que dá vontade de chorar", como mencionado na canção aqui partilhada.

Se você tiver a visão de que eu posso ser útil nos projetos em que você tem ou vier a ter participação, ou quiser tirar dúvidas sobre em que eu poderia ser importante ao interesse de seus clientes ou parceiros profissionais, não hesite em lembrar disto e me envolver! Duas mãos unidas defendem melhor a vida, lavam melhor o rosto e o corpo inteiro, e produzem mais que uma só! Assim como o corpo tem diversos órgãos, às vezes duplicadamente como as mãos, as pernas, os braços, os pulmões e os rins, com funções específicas e complementares, assim também a vida tem diversas especialidades profissionais que harmonizadas produzem mais e melhor! Assegurando assim desenvolvimento sustentável em todos os aspectos: científico, econômico, social e tecnológico. Gerando progresso e prosperidade com satisfação também espiritual. Gerando felicidade na Terra e nos Céus.


Responsabilidade social é efetiva também quando reconhecemos isto e que somos interdependentes no processo de desenvolvimento. Desenvolvimento implicando em exercer a dinâmica da integração também de profissionais que, compondo uma equipe multidisciplinar, possam assim ter assegurada, a seus clientes, qualidade de fatores de projetos de investimentos e produção. Sem miséria para as devidas considerações, inteligentemente. Sem que, por ignorância de uns ou precariedades de outros, se ponha a perder o que se tem.

sábado, 3 de novembro de 2012

Avenida Brasil - Considerações ao Perdão...

Acabo de comentar um artigo de um amigo em que o mesmo trata do valor do perdão. No seu blog de abençoada orientação cristã e católica apostólica romana, em que toma como referência o final da novela Avenida Brasil. O que vejo importante e útil tornar público de maneira diferenciada.

O meu comentário:

O autor da novela, de forma independente ou em consenso com os demais responsáveis pela sua produção, com este final, explorou bem a tradição cultural dos brasileiros. E, vamos dizer, saíram-se bem após uma série de episódios que agrediram as consciências da grande massa de sua audiência. Exploraram a boa fé e a esperança de brasileiras e brasileiros que não têm muitas opções de entretenimento televisivo aberto ao seu dispor. Nada como uma atitude de perdão como a apresentada pela personagem Nina, num enredo em que a perdoada somente chegou a tal oportunidade porque foi frustrada em todas as suas maléficas ações covardes, egoístas, grosseiras e ignorantes. E porque, num choque de consciência causado pelo desrespeito do seu avô, acabou como que redimindo-se ao evitar a morte da que desde a infância tentou condenar ao lixão e daquele do qual aproveitou-se e traiu conforme apresentado pelo enredo da novela que a grande maioria de nós acompanhou mais por falta de opção. Ou mesmo para conferir até onde os produtores da novela acreditariam poderiam chegar perante nossas consciências. Um final que salvou a pele não somente da Carminha. Mas também da Globo.                 

Temos tomado conhecimento de comentários críticos condenatórios de diversas produções globais, ao longo especialmente das décadas recentes e feitos por diversas partes. Civis, militares e religiosas (em que temos também civis e militares). Com réplicas como: "se vocês acham que nossa programação é ruim, e têm consciência disto e formação para ocuparem-se com outras atividades, porque estavam assistindo o que produzimos?"

A resposta à réplica acima é a seguinte: muitos de nós assistimos o que a Rede Globo produz, sim. Porque, se o Brasil "é um país rico, um imenso e rico País, a sexta economia mundial", ainda assim oferece poucas opções de entretenimento televisivo a sua população, aos seus nacionais e a todos os demais integrantes de sua população residente. Os quais não se ocupam com outras opções de entretenimento porque, pura e simplesmente, socioeconomicamente elas não existem com uma estrutura midiática de qualidade tecnológica e poder de alcance tão boa como a da Globo. E porque, no final de um dia de trabalho em que a grande maioria da população acima mencionada tem enfrentado o que tem enfrentado para comer o pão de cada dia, estudar o que se ensina, morar como mora, ter a saúde que assim pode alcançar, enfim, dispor dos demais meios brasileiros de qualidade brasileira de vida, uma novelinha no fim do dia, para se distrair e relaxar a mente de forma descompromissada com o que requer o estudo e o trabalho é mais que natural e necessário. O que não é possível alcançar vivenciando enredos agressivos conflitantes em atitudes e valores. Como que produzidos de forma sarcástica à margem do que precisa e vive o povo que é a audiência certa a quem produz isto ou aquilo. "Não há outra opção melhor que nós, não é mesmo?"

Muitos dos problemas econômicos e sociais que uma população dependente da força da mídia, nos seus requisitos de qualidade cultural e política de vida, são causados (ou resolvidos, quando é o caso), pelo que a mídia produz de ruim ou de terrivelmente condenável. Não é somente da desenvoltura limitada do Poder Estatal que nós, brasileiras e brasileiros, o povo brasileiro, e todos os que com ele residem, sofremos consequências destrutivas ao alcance de uma harmonia saudável.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O Que os Papas Realmente Falam Sobre o Socialismo

Ler esta matéria mostra o que a elite do Clero na Igreja Católica pensa a respeito do Socialismo. O texto original é em Inglês e é protegido pela legislação autoral. Assim, após abrir a página conforme o link abaixo, você poderá copiá-lo e ler uma versão em Português ou outro idioma de sua preferência, utilizando algum dos recursos de tradução disponíveis neste blog.

Boa leitura!

O link: clique aqui!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

UMA DICA DEMOCRÁTICA A BEM DA SAÚDE ECONÔMICA, POLÍTICA E SOCIAL

SE VOCÊ OUVIR ALGUÉM AFIRMAR QUE TUDO O QUE NÓS CREMOS QUE OUVIMOS SEM CONDIÇÕES DE IDENTIFICAÇÃO PRECISA DE AUTORIA OU ORIGEM É IMPRESSÃO PSICOLÓGICA, OU AO MENOS ALGUMAS MENSAGENS INSTIGANTES, COMO SUSSURROS DO DEMÔNIO OU A SEU GOSTO EXERCIDOS, SAIBA QUE TEMOS EXPERIENCIADO MENSAGENS EM FREQUÊNCIA NATURAL DE ESCUTA E TAMBÉM EM ALTA FREQUÊNCIA.

O OUVIDO HUMANO PERCEBE, NATURALMENTE, CONTEÚDOS EM ALTA FREQUÊNCIA, DISCERNINDO-OS PERFEITAMENTE. PASSÍVEIS DE SEREM POSTOS NO AMBIENTE SOCIAL ATRAVÉS DE TRATAMENTO DE SOM EMITIDO POR PROCESSAMENTO EM MODULADORES EM QUE MENSAGENS PODEM SER EMITIDAS EM TEMPO REAL, POR COMUNICADORES UTILIZANDO MICROFONES. E TAMBÉM PREVIAMENTE GRAVADAS. ATÉ MESMO DE FORMA PROGRAMADA PARA VEICULAÇÃO REPETITIVA EM HORÁRIOS DE INTERESSE DE QUEM DE CAPACIDADE E RESPONSABILIDADE PELA EMISSÃO. ISOLADA OU MIXADAMENTE JUNTO A TODA FORMA DE MENSAGEM ELETRONICAMENTE TRANSMITIDA E OUVIDA ATRAVÉS DE EQUIPAMENTOS TRADICIONAIS DE RÁDIO E TELEVISÃO. QUE SÃO APENAS ALGUNS MEIOS PORTANTO PASSÍVEIS DE UTILIZAÇÃO AO EXERCÍCIO DE INFLUÊNCIAS SOCIAIS OU MANOBRAS DE MASSA DE TODA ORDEM.

DESCONFIE DOS PROFISSIONAIS DE COMPORTAMENTO QUE, SEM MAIORES APROFUNDAMENTOS NA ANÁLISE DE CONTEXTOS OU MESMO COMPROMISSO ISENTO PARA COM A DEMOCRACIA, A VERDADE, OS DIREITOS OU PRERROGATIVAS INDIVIDUAIS OU ASSOCIADOS, AFIRMAM QUE MUITOS DE NÓS HOJE OUVIMOS APENAS "MENSAGENS DECORRENTES DE DISTÚRBIOS PSICOLÓGICOS". ELAS EXISTEM, SIM. MAS AS DEMAIS ACIMA MENCIONADAS, MAIS AINDA HOJE, DEVEM SER ESSENCIALMENTE ADMITIDAS, CONSIDERADAS, IDENTIFICADAS E RESPONDIDAS NA MEDIDA DE NOSSAS CAPACIDADES.

ISTO É APENAS UMA PEQUENA LEMBRANÇA A BOM RESPEITO DO QUE O DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO HOJE NOS PODE PROPORCIONAR. ALÉM DO QUE SE VÊ EM FILMES E LITERATURAS DE FICÇÃO.

PALAVRA DE QUEM ENTENDE!


domingo, 30 de setembro de 2012

REFLEXÃO DO ÚLTIMO DIA DE SETEMBRO DE 2012


Imaginemos se cada um de nós estivesse diariamente como num "reality show", podendo ser vistos por todos, até nos nossos momentos mais privativos. O que veriam das nossas vidas? Pessoas engraçadinhas, estúpidas, grosseiras, inconsequentes, trambiqueiras? Pessoas de fé, esforçadas, estudiosas, honestas, religiosas, sérias? Que tal refletir sobre o que temos condição de acompanhar do mais privativo de cada um de nós ou dos que estão à nossa volta, ou ao alcance de nossa percepção, de nossos olhos, ou de nossos ouvidos? E do conceito que cada um de nós tem acerca do que fazemos, e do conceito que podemos ter daqueles que podemos ouvir, ou mesmo ver? Paz e bem...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

ALETEIA

Acabo de providenciar o pedido de participação das Iniciativas T.S. SAL como parceiras desta iniciativa católica a bem da evangelização criteriosa e segura através da Internet. 



Confiante, espero que todos os interessados na verdade da fé cristã que leva à salvação no Reino dos Céus venham, com mais esta forma, dispor de referências embasadas a bem da formação e do discernimento úteis à felicidade já nesta vida e eternamente abençoada e agradável a Deus.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Salve Maria, a Rainha da Paz.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

MINHA LEMBRANÇA DO DIA

SE EXISTEM GOVERNOS DEFICIENTES, RUINS, ISTO OCORRE PORQUE OS RESPECTIVOS POVOS SÃO DEFICIENTES OU RUINS. A FRASE: "CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE" É APENAS UM REFLEXO DESTA REALIDADE. CIDADANIA NÃO SE FAZ ESSENCIALMENTE COM VOTO, MAS COM PARTICIPAÇÃO DIUTURNA DO POVO, EM TODOS OS ASPECTOS PERTINENTES A SUAS RESPONSABILIDADES SOCIOECONÔMICAS. SEM QUE ISTO IMPLIQUE EM DEIXAR AS SOLUÇÕES DE CARÁTER SOCIAL EXCLUSIVAMENTE A QUEM TEM A COMPETÊNCIA ESPECÍFICA DE GESTAR AS COISAS DE GOVERNO.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

ALGUNS DADOS SOBRE A IGREJA CATÓLICA

"Pascom - Paróquia São José: Você sabia?: Oras, é muito fácil olhar uma coisa e achar "bonito" e sair espalhando por aí porque todo mundo ta fazendo e sem procurar saber como as coi..." LEIA MAIS CLICANDO NO LINK

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Não "Sinto Vergonha de Mim..."

Acabo de publicar um artigo, no meu blog dedicado a espiritualidade, decorrente de resposta que encaminhei a uma amiga que partilhou comigo o vídeo abaixo. Interessante do ponto de vista universal ao sentido que o ser humano tem na vida. Que, pela importância, partilho também aqui.



Clique aqui para ter acesso ao artigo mencionado.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Música do Carnaval de Veneza

Temos aqui um exemplo de música carnavalesca diferente do que se dá tradicionalmente no Brasil! Interessante! Este vídeo faz parte de uma produção de uma amiga de Veneza, Diana Cachey! Que faz um trabalho de divulgação da cultura e da realidade veneziana. Em que temos inúmeros exemplos culturais daquela cidade das Gôndolas.

domingo, 29 de julho de 2012

El Gran Milagro - NÃO PERCA ESTE FILME.../ DON'T LOSE THIS MOVIE...

O FILME AQUI RECOMENDADO FOI REMOVIDO DA LISTA DO YOUTUBE,
POR SOLICITAÇÃO RELACIONADA A DIREITOS AUTORAIS.
ESTA POSTAGEM ESTÁ MANTIDA APENAS COMO REFERÊNCIA ÚTIL

HERE RECOMMENDED MOVIE WAS REMOVED FROM YOUTUBE LIST,
BY AUTHORAL RIGHTS REQUESTING. THIS POST IS MAINTAINED
ONLY AS USEFUL REFERENCE.

NÃO PERCA ESTE FILME...
Baseado em relatos de Místicos. Em Espanhol, exige um certo esforço de atenção para compreender as falas. Mas vale a pena. Mesmo que você não entenda tudo, no final, entenderá a grande mensagem. Depois que você assistir, tendo coração não duro, sua vida vai ficar melhor do que está. Mesmo que sua espiritualidade esteja "a mil"!
DON'T LOSE THIS MOVIE...
Based in Mystics' reports. In Spanish, request a certain effort in attention for speech understanding. But it is compensative. Also you couldn't understand everything, you'll understand the great message at the end. After you watch it, having no hard heart, your life will be best than now. Also your spirituality is "at thousand"!


terça-feira, 24 de julho de 2012

A Beleza da Polinização

Após receber de uma gratificante amiga do Rio de Janeiro, partilho para todos os meus amigos alcançáveis!
After receive from a gratifying friend from Rio de Janeiro, I'm sharing to all my alcanced friends!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Porque Não Somos de Ferro...

Se há pessoas que casam, se separam e casam novamente "porque não são de ferro", apesar de, quando é o caso, terem prometido a Deus a fidelidade solidária perpétua até que a morte as separe, que não haja entre elas quem não admita que outras possam, também por não serem de ferro, reagir com expressões enérgicas ou de xingamento, uma vez sofram assédios ofensivos sistemáticos de quem assim as justifique a bem do bem estar e do respeito, não é?!
Afinal, "a mão que toca o violão, se for preciso, faz a guerra". Mesmo que sejam mãos de donos humanos que preferem a oração...

segunda-feira, 16 de julho de 2012

SOBRE DIREITO MORAL NA ORDEM POLÍTICA E SOCIAL


Lideranças oficiais, de Governo ou a Governo arrogadas ou associadas, quando não se prestam ao respeito da normalidade democrática, da família ou da ordem política e social, não têm moral para posicionarem-se como árbitras ou coordenadoras de processos de normalização. O que é agravado quando adicionalmente abusam da confiança dos cidadãos e da sociedade, de todos os que têm expectativa de seu bom e respeitoso desempenho. Quando não têm reputação consagrada, então, de forma mais importante ainda. Boa reputação, o que é patente às ciências humanas e sociais, é muito difícil de ser conquistada. Quando se perde, muito mais. Isto quando é possível reconquistar.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

LOTOFÁCIL MAIS DIFÍCIL PARA OS POBRES

LOTERIAS DA CAIXA
DEMOCRACIA OU PROTECIONISMO?

Há algumas semanas, a LOTOFÁCIL, uma das alternativas de jogos das loterias da Caixa Econômica Federal, justamente a mais fácil de todas existentes até então, sofreu uma modificação que diminuiu gravemente a força de concorrência dos pobres diante da potencial participação dos mais ricos. Isto, brasileiros e brasileiras, e também estrangeiros e estrangeiras interessados nas possibilidades de ganho, sob a batuta de um Governo dito de ideais socialistas.

Com a instituição de novas regras, com realização de três sorteios semanais e agora possibilidades de participações de concorrentes não somente com cartelas de 15 dezenas. Com as opções de apostas com 16, 17 e 18 dezenas por cartela. Aos custos respectivos de R$20,00, R$170,00 e R$1.080,00. O que fez com que a população menos abastada, a mais pobre, com facilidade de participar com cartelas de 15 dezenas, pagando para cada uma apenas R$1,25, viesse assim a sofrer uma brutal perda de capacidade de ganho dos prêmios de todas as categorias... 

Um verdadeiro acinte, podemos estimar coerentemente. Por parte do Governo Federal, então responsável por todas as loterias da Caixa. As quais têm como uma das maiores justificativas a geração de oportunidades de capitalização para todos com renda parcial para programas sociais. Com conotação de favorecer à população em geral, em especial à menos capitalizada, oportunidades de acesso à capitalização de significativo valor. 

Esta modificação de critérios, adotada por decisão política de parte de quem tem influência na gestão dos programas lotéricos do Governo Federal de nosso País, cria dúvidas. Sugere corrupção de valores democráticos da capacidade de disputa por oportunidades de ganho de capital por parte dos mais pobres. Senão mesmo maracutaia contra. Ou conluio velado em prol do cerceamento do acesso à riqueza, da diminuição da miséria, contra os desprovidos de bastante conforto econômico e financeiro. Como que protegendo-se camadas acomodadas nas lidas do poder estatal. Como que com intenção de manter-se pobres parte da população brasileira que, uma vez melhor fortalecida econômica e financeiramente, poderia vir a fazer valer valores e vozes em defesa da igualdade. Igualdade de condições de participação na defesa de ideias e valores de ordem política de toda natureza a uma nação imperativos.

Tudo isto justamente num mandato em que a Chefe do Poder Executivo, o mesmo em que são tomadas as decisões sobre as políticas de loterias do Governo Federal, apresenta ao povo seu imperativo de diminuir ou mesmo excluir a miséria...

Se todos os apostadores hoje somente pudessem concorrer com 15 dezenas, a chance de ganharem o prêmio principal seria, para todos, para cada cartela apostada, de 1 para aproximadamente 3,268 milhões. Apostadores participantes com apostas de 16, 17 ou 18 dezenas têm uma chance enormemente multiplicada. De forma a oprimir-se assim as camadas mais pobres de nossa população, em relação a suas chances de sair da pobreza e de sofrer menos as infelicidades da miséria... O que de socialista nada tem...

Se observarmos as arrecadações do Governo Federal com as apostas da LOTOFÁCIL, desde os concursos anteriores à atual regra, praticamente em nada há alteração em volume arrecadado por concurso. O que mostra que em nada, a não ser pela diminuição das chances da pobreza deixar de ser pobre, o Governo Federal contribuiu com a "novidade"...

Como é que se explica isto? O que realmente o Governo pretendeu com esta mudança? Por enquanto, o que conseguiu, foi dúvida do eleitorado, do povo em geral, com relação a suas reais bases de políticas públicas.

Se o infiel no pouco é infiel no muito, onde será que podemos, com este fato, reconhecer propósitos reais de fidelidade ao que o Governo tem dito se propor?

Pensar nisto, livre pensar, é bom pensar... 

A Exemplo da Coca-Cola, Otimismo Cristão, Também!



Tivemos ontem iniciada a Semana de Otimismo Coca-Cola Brasil. Uma semana em que, a cada Coca-Cola comprada ("e bebida"!), os consumidores geram destinação de parte do valor para o projeto de reciclagem do Instituto Coca-Cola Brasil. Apresentando como referência do ano passado a geração de 5,5 milhões de reais. Uma iniciativa válida, sem dúvida nenhuma.

Ao par desta iniciativa geradora de renda em prol da qualidade de vida humana, eu mesmo idealizei um programa assistencial que favorece a humanidade nas seguintes áreas: Apoio Institucional (equipamentos para escolas e hospitais); Auxílio-Moradia; Auxílio-Saúde; Educação (bolsas de estudo universitárias e capacitação técnica de nível médio); Missões (que envolve agasalho e alimentação, infraestrutura de saneamento básico, medicamentos e fatores relacionados). Não através do consumo de refrigerante, de que eu também sou equilibrado consumidor. Mas através de um dos livros de minha autoria. Que é dedicado a proporcionar acesso de fácil compreensão a toda a sabedoria que Deus nos legou na Bíblia. 

Este livro, CURIOSIDADES SOBRE A BÍBLIA E A DOUTRINA CRISTÃ, tem alguns milhares de leitores particularmente satisfeitos e vivendo mais felizes e seguros de si. Mais fortes pelo que os ensinamentos bíblicos proporcionam. E também mais próximos da qualidade de vida em plenitude. Desejada por Deus a cada pessoa da humanidade. As projeções estatísticas ponderadas indicam que hoje, somente no Brasil, há um potencial imediato de vendas em torno de 30 milhões de unidades. Considerando-se interesse no assunto, predisposição e poder aquisitivo para aquisição. Uma vez o produto seja conhecido a bom termo. Se apenas 1  milhão de unidades vierem a ser adquiridos pela população, a preço normal, a renda gerada para o programa assistencial não será de 5,5 milhões de reais. Mas de aproximadamente 20 milhões de reais. E cada adquirente do livro, ao preço normal de R$44,50, terá um produto para utilização permanente, durante toda a sua vida. Útil a si e a todos os seus convivas domésticos, por exemplo. 

Se você é de confissão cristã, provavelmente você tem em casa um ou mais exemplares da Bíblia. Ao que o livro aqui mencionado é um valioso auxílio. Algum tempo atrás, ao par de outras oportunidades, um dos meus leitores sugeriu, num rápido encontro comigo, que meu livro seria um resumo da Bíblia. Ao que fraternalmente lhe lembrei que não! Um resumo da Bíblia seria se apresentasse uma noção de todas as histórias e casos que a Bíblia contém. Meu livro poderia ser classificado, de forma simplificada, como um resumo da sabedoria da Bíblia. Contendo todas as instruções que Deus nos legou, do Gênesis ao Apocalipse. De forma facilitada e acessível a toda pessoa que saiba ler. Por menor que seja a sua capacidade e experiência literária. Mas não tem os 10 Mandamentos! Porque, no seu planejamento, considerei que as pessoas com potencial para adquiri-lo provavelmente já teriam conhecimento dos mesmos!

Quer saber mais sobre este livro e seu projeto? Visite a página do site da Editora em que ele é apresentado ou a página correspondente no Facebook! Onde há links para vídeos em que é apresentado o produto, o programa assistencial e o primeiro vídeo com depoimentos de cerca de meia dúzia de leitores sem timidez nenhuma para testemunhar para todo o mundo o que acham que todo mundo interessado na sabedoria cristã tem potencial interesse em conhecer! Se quiser, compre uma Coca-Cola, especialmente nesta Semana do Otimismo. E a saboreie assistindo os vídeos sugeridos! Com um tira-gosto que lhe for de preferência ou melhor conveniência! Para sua saúde física e espiritual...! Depois, decida se quer fazer parte também deste projeto! Um subprojeto do projeto de salvação que Deus fez para nós!

Com certeza, depois que você conhecer a fundo todas as instruções que Deus nos legou na Bíblia, nós e todos os que nos conhecem evidentemente poderemos afirmar que você então será uma pessoa que vive e faz viver eternamente melhor...! 

Paz e bem!

quinta-feira, 15 de março de 2012

"Maddison" e "Lily" - Espiritualidade de Referência

Maddison e Lily

Anteontem, no Facebook, tomei conhecimento de um caso de exemplar solidariedade animal entre dois cães, "Maddison" e "Lily", apresentados ali com os seguintes textos e propósitos, que traduzi e fiz questão de publicar no meu blog dedicado a espiritualidade, e também aqui:

Uma lição de amor..

"Lily", uma cadela cega, é guiada 24 horas por "Maddison". "Lily", uma cadela Dinamarquesa, perdeu seus olhos devido a uma grave enfermidade que lhe fazia crescer pestanas em seus globos oculares, o que causou sua remoção, pelo que lhe causava extremo sofrimento...
"Lily", de seis anos de idade, depois da cirurgia perdeu o apetite e a disposição de viver, sozinha e prostrada a cada dia mais, até que "Maddison" a ajudou e guiou. Há cinco anos estão estão juntos. 
"Maddison" (de cor escura e com manchas) tem servido de guia com uma coleira ou conduzindo Lily para que não tropece.
A foto comovedora e emocionante, é uma lição de amor...

Façamos chegar esta imagem a todos os rincões do mundo...”

Após publicar no meu perfil social, refleti sobre o que isto tem de analogia ao que nós, humanos, vivemos no campo das vidas religiosas consagradas. E acabo de acrescentar o seguinte comentário. Que considerei indispensável partilhar. A bem do reconhecimento de valor ao que aqueles que dedicam suas vidas com resignação às vocações religiosas, e aos mais necessitados. Ao que nos pode servir de exemplo e referência:

Depois que compartilhei esta foto, lembrei do que poderíamos considerar em relação aos que dedicam suas vidas conforme os ideais do cristianismo. Especialmente os religiosos consagrados. Veja como "Maddison" tem solidariedade a "Lily". Veja como assim tem um ar humilde, resignado, porém fraterno, profundamente... Assim também ocorre com Padres, Irmãs de Caridade e Missionários solidários aos mais necessitados... Não é belo e nobre por excelência?! Não é santo?!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Apenas Dois Provérbios Interessantes

Dois pensamentos extraídos de página de um calendário que estou utilizando:

"A UNIÃO DO REBANHO OBRIGA O LEÃO A DORMIR COM FOME."
(Provérbio Africano)

"UM POVO DE CORDEIROS SEMPRE TERÁ UM GOVERNO DE LOBOS."
(Provérbio Político)

Qual o conceito que seus familiais e seus amigos mais próximos têm de você?

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Referências Úteis ao Hábito da Leitura


Ler é um hábito que a necessidade de sabermos nos defender e agilizar providências ao que a vida nos impõe. Num mundo onde cada vez mais as pessoas são criadas com valores embasados no que as Ciências Comportamentais justificam a bom termo. De início, admirável condição, em segundo passo é uma difícil prática. Porque exige de nós conhecimento e sutileza, sagacidade e determinação, força de vontade e um trabalho em nós mesmos sem o qual jamais seremos nada mais que, no máximo, gente bem sucedida porque teve a sorte de confiar em quem estudou como nós gostaríamos de ter estudado para termos segurança própria em relação a tudo o que nos interessa...

E não é fácil, concordamos muitos de nós que lemos, passar de uma condição em que brincadeiras sem óculos, posturas imperfeitas, conversas por conversar, música por apreciar, filmes por assistir, festas para dançar, pessoas perfumadas e asseadas para conviver, comida gostosa para fazer e saborear, e muito mais que fazemos sem ter que ler, e que são valores de qualidade de vida e prazer, em especial dados antes de nos virmos na fase de vida em que trabalhar ou desempenhar funções de caráter social cooperativo essenciais a nossas realizações pessoais, para um processo disciplinado de ocupação do tempo que é um verdadeiro trabalho pessoal. Nossas atitudes passam a ser, não necessariamente como casados, verdadeiramente aquelas segundo as quais passamos a pertencer "ao rol dos homens sérios"! Ou das mulheres, conforme o caso! E não é moleza. Num mundo ingrato, em que o respeito ao ter um boi tem sido não raro maior que ter uma capacidade de trabalho, o respeito ao ter uma economia é ainda não raro maior que ter um patrimônio de saber, de saber analisar, trabalhar e escolher o que quer que seja, você decidir se dedicar a ler, tendo antes de atingir seus objetivos de leitura, que aprender a ler o que você quiser ler.

Como somos sensivelmente dóceis, frágeis criaturas capazes de perceber o mais leve calor do Sol e a mais discreta brisa, o mais sutil canto de passarinhos, o afago maternal ou o carinho de alguém que nos ama, devemos também ser fortes para nos mantermos firmes no que somos e queremos permanecer essencialmente. Se quisermos decidir com certa independência do que nos cerca, devemos ler, estudar e compreender com afinco e clareza, sobre tudo o que nos importa.

Eu, assim como muitas pessoas, tivemos que nos submeter a uma forma individualmente dedicada de condicionamento e capacitação a podermos ler o que quer que quiséssemos, e compreender tudo o que lêssemos. Conseguimos, e minha experiência agora disponibilizo a você, para que você também com a leitura sobre a Fé, tenha mais vida não só materialmente segura.

Canções, pescarias, futebol, basquete, vôlei, piscina, praia, pescaria, academia, ginásio, espetáculos, lanchonetes, churrascos, restaurantes, excursões e outras riquezas de lado, necessariamente colocadas agora em segundo plano, ciente do que isto tudo significava até então para que eu soubesse o que é viver, vi-me numa condição em que ou assumia ou sumia! Preferi assumir o ônus, para poder cada vez mais viver bem e jamais ver-me como um dependente do que quem teria estudado se dispusesse a assegurar aos meus passos.

Como eu era uma pessoa afortunadamente enriquecida pelas artes e pelo amor recebido de partes de minha família e da sociedade não ateias, aprazíveis pessoas de consistente e paciente fé em Deus Pai, vi que teria de me adaptar aos poucos, gradativamente. Já tendo lido diversas obras no Colégio, revistas, livros da biblioteca de minha casa, que meu pai - justiça seja feita aos seus bons méritos (...) - procurava manter em nossa casa, várias vezes tinha tentado enveredar por alguma literatura clássica não integrante do ensino regular, e também entender os sentidos de letras de várias de nossas indispensáveis músicas populares brasileiras. E via um universo de referências históricas e sociológicas, científicas e acessórias, cujas procedências desconhecia. E assim me via perdido no tempo e no espaço, do que minha mente tencionava perscrutar, do que minha leitura se dedicava a buscar... Vi-me em perfeita ignorância ao que os cultos da minha dimensão compreendiam... Que lástima! Só tinha uma solução: dar um jeito de entender aquilo tudo o máximo possível. Eu gostava de viver! Para resumir a novela, vou passar a você os passos que percorri para familiarizar-me com personagens de textos, fatos históricos, conceitos políticos e sociais, filosofias e ritos, feios e bonitos!

1) Tente se dedicar a ler livros de bolso com um conteúdo leve, com o qual você se identifique em experiências ou ideais. Por exemplo, aqueles livrinhos sobre faroeste muito comuns nas bancas de jornais dos anos 60 e 70.

2) Enverede pelas palavras cruzadas, mandando a lenha, começando pelas fáceis e somente terminando quando estiver cobra nas mais difíceis. Não se preocupe em er que saber tudo. As respostas que você não souber, procure nas soluções. De tanto achar, vai acabar memorizando. No final das contas, certamente estará quase uma "Enciclopédia"!

3) Adquira um bom dicionário e o use que nem sabonete ao tomar banho, se você realmente se ensaboa direito ao se banhar. Se tiver dúvidas, aprenda isto primeiro, e também a se enxaguar! Ao consultar uma palavra no dicionário, você vai ler uma dezena de outras cujos significados não conhecerá ao certo. Não pare nelas, consulte o significado de cada uma, e somente retorne a ler o que lhe levou ao dicionário após mentalizar plenamente todo o significado do que você precisa entender. Tenha certeza: vai ser exaustivo, mas bom para que o seu dicionário, ou o da biblioteca que você usar, se não for pobre e orgulhoso, e vaidoso, no final das contas, não possa como que ser chamado de "pai dos burros" ou "das burras", mas "pai dos espertos" ou "das espertas"!

4) Após um bom período de leituras de textos que lhe dão mais prazer ou mais facilidade, mais familiares com seus sonhos de felicidade saudável e com o seu cotidiano social ou individual, pense se já não terá chegado a hora de progredir para um nível de literatura mais complexo, como dramas ou romances de grandes autores de reputação internacional ou nacional, eruditos, alguns dos quais você tentou ler antes e parou porque encontrou muitas palavras, fatos, expressões ou referências que achou interessantes mas não conseguia entender e tampouco estimar.

5) Depois de se dar por satisfeito(a) com a leitura de diversas boas obras relacionadas ao item anterior, pense então em se dedicar a literatura científica ou educativa e matérias jornalísticas de colunistas ou articulistas considerados por você como de boa formação e de abordagens sérias. Sempre usando o dicionário, que é um companheiro eterno de todos os bons leitores e escritores respeitados, e escritoras respeitadas e boas leitoras!

Se você fizer isto, após alguns anos de esforço, poderá sentir uma certa segurança como detentor(a) de algum nível de conhecimento sobre áreas de seu interesse. Não se esquecendo, lembrando bem, de que, antes de todo este processo de esforço respeitoso de sua parte, você deverá se certificar de que tem ao menos um razoável domínio das regras gramaticais básicas, de comunicação e expressão, concordância verbal, etc...

Olhe, em relação a outros processos, garanto que, com este método, você sairá mais preservado(a) nos seus valores essenciais e menos traumatizado(a) de um processo de esforço determinado a ser uma pessoa que então saberá que continuará segura, se uma outra, amiga e sábia letrada, com a qual você gostaria de contar sempre, estiver distante ou ausente. Vá em frente, que atrás tem gente!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Never Judge Anyone

(A Story emailed me by our brother in faith Hilary D'Mello)
 
A doctor entered the hospital in hurry after being called in for an urgent surgery. He answered the call asap, changed his clothes and went directly to the surgery block. He found the boy’s father going and coming in the hall waiting for the doctor. Once seeing him, the dad yelled: “Why did you take all this time to come? Don’t you know that my son’s life is in danger? Don’t you have the sense of responsibility?”
 
The doctor smiled and said: “I am sorry, I wasn’t in the hospital and I came the fastest I could after receiving the call…… And now, I wish you’d calm down so that I can do my work”
 
“Calm down?! What if your son was in this room right now, would you calm down? If your own son dies now what will you do??” said the father angrily.
 
The doctor smiled again and replied: “I will say what Job said in the Holy Book – “From dust we came and to dust we return, blessed be the name of God”. – Doctors cannot prolong lives. Go and intercede for your son, we will do our best by God’s grace”
 
“Giving advice when we’re not concerned is so easy” Murmured the father.
The surgery took some hours after which the doctor went out happy, “Thank goodness!, your son is saved!” And without waiting for the father’s reply he carried on his way running. “If you have any question, ask the nurse!!”
“Why is he so arrogant? He couldn’t wait some minutes so that I ask about my son’s state” Commented the father when seeing the nurse minutes after the doctor left.
 
The nurse answered, tears coming down her face: “His son died yesterday in a road accident, he was in the burial when we called him for your son’s surgery. And now that he saved your son’s life, he left running to finish his son’s burial.”
 
NEVER JUDGE ANYONE because You never know how their life is & as to what is happening or what they’re going through.



sábado, 28 de janeiro de 2012

UMA REFLEXÃO À CRÍTICA "PRÓ-CIDADANIA"

SOBRE A IRÔNICA FOTO ABAIXO, UMA REFLEXÃO OPORTUNA RELACIONADA À CRÍTICA "PRÓ-CIDADANIA":
 
No seio do povo fala-se muito de político desse jeito, político daquele jeito, político corrupto, político ladrão, político incompetente e mais... Mas pouco se vê de povo que procura conhecer as Constituições Federal e Estaduais de suas regiões, as Leis Orgânicas e os Códigos de Postura dos Municípios, e todas as demais Leis...! E olhe que "a nenhum cidadão é facultado o desconhecimento da Lei"... Adulador de político é o que não falta...! E agora, concidadãos do Brasil?! O que dizeis?!!!!
Sim, e o exercício da cidadania apoiando iniciativas de interesse social? E as latas de cerveja e as sacolinhas de supermercado abandonadas nas vias públicas? E as tampinhas de bebidas úteis à proliferação do "Aedes-Egypt"?! E o resto?" "Cada povo tem o Governo (e os políticos) que merece!" Eu tenho queixa de políticos, e não poucos! Mas somente precisei recorrer a muitos deles, em muitas ocasiões, porque não contei com o exercício independente da cidadania por parte do povo que os critica...É isto...!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Considerações de Ordem Política e Social

Alguém já perguntou para você: "O QUE VOCÊ QUER FAZER DO BRASIL?" Se perguntasse, o que você responderia? Alguém, apresentando-se como os militares, já disse para você que queria dar um golpe de Estado no Brasil, mas somente o faria se você aceitasse ir para a Espanha com a sua... família?! Se dissesse, o que você faria?

Se você recebesse uma mensagem em que lhe seria dito que alguém considerava realizar um golpe de Estado num País vizinho ao seu, se não lograsse êxito tentaria noutro, e se não lograsse êxito neste outro faria novamente no primeiro, para ter êxito como pudesse ser necessário, o que você consideraria? Que estaria havendo algo muito reprovável no Governo do seu País? Que você seria uma pessoa valiosa no processo de ordem política e social geopolítico de sua região? Que quem lhe mandou a mensagem, socializadamente ou não, assim o faria para especular em torno de você? Que quem mandou a mensagem estaria fazendo pouco por você ou sua integridade? Ou tudo isto e mais?


O anonimato sempre sugere ausência de compromisso integral para com o respeito ou incapacidade para o exercício do mesmo a bom termo. Paz e bem. Tenha um dia em que sua vida dignifique ao Senhor.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

DA ESPIRITUALIDADE DOS PARTICIPANTES DO BIG BROTHER BRASIL!

COMENTÁRIO QUE ACABEI DE FAZER NO FACEBOOK SOBRE UMA POSTAGEM ENFOCANDO OS PARTICIPANTES DO BBB E AS POSSIBILIDADES DELES PARTICIPAREM DE UMA VIGÍLIA DE ORAÇÃO: 
Sabe que é provável que várias das pessoas que foram para o carro poderiam corresponder?! Eu nãotenho dúvida disto! A resposta depende de quem convida e da qualidade da vigília. A começar pelas pessoas que poderiam convidar! A Bíblia enaltece os intrépidos e lamenta os tímidos. Os participantes do BBB são, todos sem exceção, intrépidos animados confiantes e esperançosos na vida... Mesmo que possam ser vistos como equivocados... Ninguém se expõe como eles se expõem, ninguém se publica como eles o fazem, sem confiança e fé em Deus, sabendo do bem e do mal... Vejamos bem que são todas pessoas com muita alegria e ânimo... Inocentes no que fazem, desiludidas com as oportunidades que a grande maioria das pessoas que não se candidatam ao BBB proporcionam a elas e a si mesmas... Forte abraço...! Oremos por nós e pelo mundo inteiro, iinclusive pelos participantes do BBB!