Páginas

domingo, 26 de dezembro de 2010

Exemplos de Convicção Inteligente a bem da Vida

Neste fim de ano, mais envolvido que antes com responsabilidades que exigiram minha dedicação de tempo, em especial neste mês de dezembro, não publiquei novas postagens em blogs por mim criados. Apesar de ter considerado vários assuntos que a mim ocorreram partilhar.

Hoje, casualmente encontrei este vídeo com o exemplo de um animal que é usado por muitos como símbolo da justiça, da vida vigorosa, do respeito: a águia. Coincidentemente, por felicidade, após assistir um dos vídeos com outro exemplo de determinação inteligente e respeitável pela vida: Nick Vujicic. Que, acabo de decidir, publico também aqui, logo abaixo! E que fez com que eu mudasse o título desta postagem. Inicialmente "O Exemplo Revigorador da Águia".

O senso de importância própria perante nossos potenciais de vida, perante o sentido de nossas vidas, está presente em criaturas como a Águia e Nick Vujicic... Nosso irmão com consciência de Deus, de nossa Alma, de nossas origens, de nossos horizontes eternos na plenitude, não precisou arrebentar seus dentes numa rocha. Nem arrancar dedos ou unhas endurecidas que lhe impediriam de suprir-se a si próprio, e de forma individual, como respeitada águia. Contando com o dom do entendimento humano e a força da Alma que é-nos a todas as criaturas humanas essência de seres à imagem e semelhança de Deus, tem oportunidade de testemunhar justamente isto a muitos de nós que, como que com asas e garras disponíveis, não dificilmente vemos deprimidos e desanimados sem coragem para viver e fazer viver. Vivendo e fazendo-nos viver...!

Viver é preciso. Com dignidade, honra e sabedoria... No Amor, que em absolutamente nada é ignorância ou paixão... Um homem com raça de águia com raça de homem de raça...! Com Alma viva...!


O Exemplo Revigorador da Águia



Um homem com raça de águia com raça de homem de raça...!
Com Alma viva...!




quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Novos Baianos - Anos 70

Serei eu também um "Novo Baiano"?! Que Baby do Brasil...! Que maravilha! Que Banda! Uma das melhores bandas de música que existiram na história do Mundo...!

domingo, 14 de novembro de 2010

Beatles - Canadian Brass, Part 2

Um dos segredos do sucesso dos Beatles foi dispor de composições muito bem feitas! Com apelos de bom gosto e sentidos eruditos, mesmo transcendentes, vinculados à jovialidade que jamais caduca! Num propósito de ambiente de paz e enfoques sociais que aos bons apreciadores levaram a reflexões sobre o comportamento da sociedade em geral. Considerando os valores da pessoa, em todos os nichos socioeconômicos em que se dá a vida humana.

Um Extraordinariamente Importante Testemunho

Acompanho um movimento católico sediado em Santa Catarina, fundado em virtude de revelações particulares relatadas pelo nosso concidadão e irmão eclesial Cláudio Heckert. Trata-se do Movimento Salvai Almas, no qual tenho participação há alguns anos, e que é assistido por mais de 70 Padres.

O não pouco reverenciado movimento tem um boletim de atividades distribuído graciosamente a todos os que se inscrevam em sua lista de envio. Do que, há poucos dias, recebi um boletim com um relato extraordinariamente importante. Sobre o que Catalina Rivas relata foi-lhe revelado durante uma Missa. Fatos importantes, críveis pelo conteúdo doutrinário, e que pensei em transcrever para um dos meus blogs.

Por se tratar de um relato um pouco extenso, somente hoje pude ler com atenção. Tendo por ora decidido por simplesmente publicar o meu conhecimento do mesmo, direcionando os leitores dos meus blogs para uma página mantida pelo Movimento Salvai Almas. E que recomendo leia toda pessoa com séria curiosidade sobre os sagrados mistérios e sublimes valores do Reino dos Céus.

Decidi publicar inicialmente aqui no meu blog de assuntos gerais, por se tratar de assunto especialmente útil e valioso. Que pode ser de interesse de muitos leigos sem o hábito de frequentar usualmente sítios internet dedicados particularmente a espiritualidade ou mística cristã. Grato também pelo que o direcionamento dos meus leitores a que possam conhecer o sítio do Movimento Salvai Almas pode contribuir a que as suas e dos que integram seus círculos de amizade sejam assim também fortalecidas.

Para conhecer o relato, clique no link: Testemunho de Catalina Rivas.

"Sempre avante, jamais retroceder."


sábado, 6 de novembro de 2010

"Gloriosa Domina" - O Hino preferido da Rainha da Paz...!

Nos iniciais tempos da ordem franciscana, ocorreu um místico episódio em Coimbra. Pelo que a Rainha da Paz revelou a um Frei qual o Seu hino preferido: "Gloriosa domina". Pelo episódio, a Santíssima Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, Mãe do Filho de Deus Pai Todo Poderoso, é lembrada como Senhora do Capítulo ou Senhora do Lado Direito.



quinta-feira, 21 de outubro de 2010

CIRO GOMES: OPINIÃO, TESTEMUNHO, VIVÊNCIA

A exemplo do que partilhei a respeito do vídeo em que José Serra é lembrado como tendo, na condição de Ministro da Saúde, assinado Lei que permite o aborto, partilho aqui também este em que temos várias entrevistas com Ciro Gomes. Para avaliação democraticamente alcançável.



O vídeo mencionado sobre José Serra, partilhado por mim no dia 8, é o abaixo disponibilizado. Os comentários que fiz são os que estão na sequência.



A propósito dos valores pró-vida, independente de minha preferência eleitoral, divulgo aqui este vídeo que acabei de receber. A bem da transparência na qualidade do que o discernimento de nós, povo empregador, povo contratante de quem irá tomar posse do cargo público de Presidente da República, devemos saber. Para fins de esclarecimento sobre minha posição político-ideológica e concernente eleitoral, sou conservador de direita por convicção. Conforme publicado em inúmeros perfis da sites de relacionamento, em atenção aos respectivos campos de interesse. De direita, não imperialista, essencialmente social. Com responsabilidade econômica, política e social. Averso a toda e qualquer iniciativa totalitarista e a ela equiparada.

Teledopagem - Quando a Audiência é Prejudicada

Experimentamos no Brasil, em intensidade maior nos tempos mais recentes, uma exposição dos telespectadores brasileiros de programas de TV aberta, um mal desnecessário. Ao menos para a paz social, para a sociedade poder refletir serenamente sobre tudo o que lhe concerne a essencial trato.

Numa impressionante intensidade, mais evidente em novelas recentes que em outros programas, temos uma exposição de atitudes de infelizes consequências: personagens com reconhecidas retrospectivas ruins sendo conduzidas a atitudes obviamente contraditórias ao que o mais pálido bom senso na vida real seria impossível confirmar. Num processo em que a audiência brasileira vive conjunturalmente sem muitas opções socioeconômicas de distração ou entretenimento. Dado o contexto de qualidade institucional sociopolítico em que nos encontramos e ao seu estado de formação cultural, vinculado ao que privilegiadas lideranças de mídia nos expuseram ao longo de décadas.

Numa expectativa de evolução de dramas encenados cujos personagens na vida real jamais agiriam de forma tão contraditória ao que o bom senso sugere à vida real, o que temos é um absurdo desrespeito às faculdades mentais de uma população habituada "ao capítulo nosso de cada dia". Uma como que teledopagem, uma agressão a corações e mentes de quem de boa fé confiou em lideranças com histórica imagem de tradição em promover a educação através das artes cênicas televisionadas.

A coisa parece não ter parado por aí. Haja visto o que estamos presenciando em outras programações. O que não tem justificativa pedagógica sequer como provocação a atitudes dinamicamente mais salutares a uma população cuja maior esperança de prosperidade ainda é vinculada a emprego ou concurso público.

Décadas atrás, alguém anonimamente divulgou que uma determinado grupo de telecomunicação brasileiro teria conseguido capital para adquirir participação americana em sua estrutura, para então assumir nacionalizadamente o controle da iniciativa, por ter firmado um contrato secreto com o Governo brasileiro. Contrato em que uma das cláusulas obrigaria a este grupo jamais publicar críticas expressas ao Estado ou ao Governo brasileiro.

Em sendo verdade, o que parece crível, isto traria responsabilidade social ao referido grupo, implicando em exercício de função sociopedagógica educativa e jamais destrutiva. Solidária ao interesse nacional. Democraticamente isenta e com poder de contrapeso a desmandos do Poder Público.

Porém, quando temos uma atitude conjunturalmente danosa a que a população possa ater-se a aspectos político-institucionais essenciais a nossa qualidade de vida, o contra-peso deveria ser aplicado contra as partes danosas. A bem do privilégio recebido em presumidamente justificado contrato, acima mencionado. Por excelência. A bem de uma reputação conquistável a cada dia. A qual, se perdida, somente com muita sorte poderia ser recuperada.

À sociedade, a atenção interdepente, o crivo no livre arbítrio, a opção de uso do seu tempo. A propósito, em tempos eleitorais, também para dinamicamente assumir posição determinante do que ela quer da vida.

A paz.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Projeto Primavera 2010

Assista, relaxe, sinta, viva! Watch, feel, relax, live! Also you don't understand portuguese, do as so many brazilian people hears english language songs! Feel the sound, imagine the good, take a beauty trip in your soul, and live it as well!

sábado, 16 de outubro de 2010

Santa Margarida Maria Alacoque

Anos atrás, tive a graça de acompanhar as relíquias de Santa Margarida Maria Alacoque, por virtude de sua visita à cidade onde hoje moro. Acompanhar e carregar, motivo de minha particular alegria e gratidão a Deus. Coincidência ou benção, assim como mencionado à publicação do meu livro CURIOSIDADES SOBRE A BÍBLIA E A DOUTRINA CRISTÃ no Ano 2000 do Jubileu de Nosso Senhor Jesus Cristo - Amado Irmão, Herói, Sacrifício do Pai e Salvador, pela honra de Deus Pai.

Agora, tenho oportunidade de partilhar aqui este vídeo produzido pelo sistema Canção Nova. Ao par do que fiz ontem divulgando o vídeo sobre Santa Teresa d'Ávila. Outra santa irmã canonizada cujas qualidades animam e sustentam a espiritualidade cristã no amor da Santíssima Trindade!

"Ai de quem não apregoar a sabedoria." "Ai do tímido."

A Paz.

domingo, 5 de setembro de 2010

Máquinas com Camisinha nas Escolas do Brasil - "Projeto de Governo"

Nos últimos dias, foi noticiado, num dos veículos jornalísticos que pude acompanhar, que o Governo Federal tem como projeto disponibilizar máquinas com preservativos sexuais nas escolas públicas do nosso País.

Não pude verificar, na reportagem, quais as pretensas justificativas ou interesses relativos à medida equiparada ao que décadas atrás o Governo dos Estados Unidos realizou, sob a alegação de assegurar um nível mínimo de saúde a sua juventude sexualmente ativa.

Há alguns meses, publiquei neste blog uma matéria sobre o assunto. Relatando estatísticas atuais divulgadas pelo próprio Governo dos Estados Unidos. Demonstrando que a medida, ao invés de proteger a juventude norte-americana, teria, isto sim, contribuído para o agravamento dos índices de saúde da população feminina americana compreendida na faixa etária em torno dos 13 aos 25 anos. O que é muito importante para o Brasil. E para todo e qualquer País.

Leia mais: Sexo Seguro é Sexo-Fidelidade Conjugal...

A palavra "moda" não é um sinônimo de coisa boa. É um conceito estatístico que significa o que está mais sendo constatado. É um termo científico necessário a análises matemáticas de tudo a que ele pode ser aplicado. Para análises biológicas, econômicas, sociais e de todas as condições sobre as quais a aplicabilidade de equações matemáticas para diagnóstico do que a elas importa.

Considerar isto é muito interessante para verificar-se o que mais ocorre na sociedade humana. Para reconhecer o que é mais prático e seguro. No caso da vida sexual ativa estável e harmoniosa reconhecer que a moda matematicalizada é maior nos casos de casais com compromisso de ordem familiar tradicionalmente estruturada. O que sugere que optar pelo casamento é a melhor atitude, para quem tenha em alta conta uma vida sexual ativa, regular e saudável. Além da qualidade essencial para que os filhos advindos da relação dos casais tenham a melhor estrutura para serem felizes. E, com isto, seus pais tenham menores chances estatísticas de sofrerem frustrações de toda ordem.

Paz e bem.

domingo, 29 de agosto de 2010

Você acredita no Governo Eleito do Brasil?

Você acredita no Governo eleito do nosso País? Você acredita em tudo o que dizem o Presidente da República ou outros investidos eleitoralmente em funções de confiança pública do Governo?

Temos experimentado, há vários mandatos, diversos de nossos mandatários governamentais eleitos afirmarem para nós, brasileiros e brasileiras, que inúmeros progressos socioeconômicos que temos registrado são obras suas. Que o nosso "crescimento econômico", a vinculada geração de empregos e uma relacionada melhoria nos índices de qualidade de vida que temos indexado no Brasil são essencialmente decorrentes da ação governamental. O que vem sendo anunciado sensacionalistamente por Presidentes da República, Ministros e outros trabalhadores temporários no serviço público, como sendo fruto de seu esmero, de sua dedicação, de sua responsabilidade moral e cívica e socioeconômica frente ao que temos vivenciado em necessidades conjunturais...

Pelo que tenho observado, promovido e vivenciado há décadas, grande parte, se não a maior parte das alegações acima mencionadas, são uma aberração, um despautério. Oportunistamente postas, frente a uma limitação nas opções de comunicação e nas oportunidades de emprego de todos os brasileiros e brasileiras. Como se a população do Brasil não tivesse discernimento sobre a sua própria realidade, e a realidade do desempenho governamental frente a nossas necessidades de qualidade em gestão pública. Como se cada um de nós não passasse de uma pessoa integralmente estúpida.

Os índices positivos de efetivo desenvolvimento socioeconômico brasileiro dados nas décadas recentes devem-se, sem dúvida alguma, à ação de empresários essenciais na estabilidade econômica do Brasil. Perante os quais o Governo, em seus gestores temporários preponderantemente dados, jamais deixou de sentir o peso de sua responsabilidade. Especialmente pela evidente capacidade e pujança empresarial de encarar a ação governamental com discernimento institucional estratégico e jurídico maduro e de seriedade indiscutível quanto a estes aspectos.

Governo diz que faz isto, Governo diz que faz aquilo, Governo faz, Governo desfaz. Governo abusa, despreza, engaveta, esnoba, gasta, ignora, protela, se omite e comete outras graves falhas mais. E , com a maior cara de pau, vem a público, por meio da mídia investida no seu dever de acompanhar e publicar o que Governo dispõe-se a apresentar, arrogar-se a responsável maior pela nossa estabilidade socioeconômica, senão também política e social. Um absurdo que não engana nenhum de nós.

É só pensar um pouco, um pouquinho só. Para admitir isto. O que alguns Governos temporários vem fazendo é uma agressão ao nosso bom senso, à consciência da opinião individual e pública de cada brasileiro e brasileira. Como que com abuso de poder econômico relativo. Seja Governo declarando-se de direita, seja Governo declarando-se ou formado pela esquerda. No fundo, no fundo, sem conseguir enganar ninguém. E Governo sabe disto, sem a menor sombra de dúvida. Nem mesmo à sombra do que se poderia chamar de... sistema...

Não adianta achar ruim. Pois tudo o que eu afirmo aqui é verdade. E tenho condições de comprovar. Ao menos em igualdade de oportunidades de expressar a minha opinião, onde isto possa ser justificado e bom. Livre e responsavelmente. Sem a menor demagogia, a bem do que é prestar-se ao devido respeito.

Passar bem, governantes esdrúxulos. Senão também engraçadinhos e ordinários...

domingo, 8 de agosto de 2010

Vota em quem, patrão? Vota em quem, patroa?

2010 - Mais Uma Odisséia Eleitoral Brasileira. Vai votar em quem, patrão? Vai votar em quem, patroa?

Bem, mais uma campanha política iniciada no Brasil. Políticos animados com sorrisos para todo lado, animados, banhados, engomados, lavados, perfumados! "Cheios de disposição para trabalhar"! Pelas diretas já, pelos direitos de voto, pela liberdade e pela normalidade democrática. Por recursos por escolas, estradas, hospitais, pontes, "segurança pública". Pelo Brasil! Pela felicidade nossa, de "brasileiros e brasileiras"! Pelo meio ambiente, já estava esquecendo! Pela liberdade! Contra a discriminação e a violência! Pela mulher, pelos excluídos sociais, pela integridade física (e psicológica!) de filhos dentro de lares com pais e mães, de pais sem mães, mães sem pais... Por pais não poderem dar palmadas em filhos - o que significaria também policiais não poderem usar o cassetete ou o choque elérico, ou ainda ao menos o gás lacrimogênio ou o de pimenta para conter excessos da ignorância ainda que a bem da segurança social...

Sim. Porque, se os pais sem poder par dar uma palmada ou duas, ou mesmo tomar uma providância mais enérgica se evidentemente necessária dentro de casa, policiais também não poderiam dar uma cassetada ou duas em meliantes criminosos... "Poderia causar traumas por abuso de poder publico"! O bom mesmo seria conversar, educadamente. "Com paciência, amigo..."

Bem, a partir do momento que os poderes públicos arrogam-se ao exercício legislativo de proibir que pais possam sequer dar palmadas em seus filhos, podemos estar num processo em que mais adiante vamos ter também que pedir autorização do Governo para namorar, casar, ficar ou "manter uniões estáveis"... Para tomar estas iniciativas, já que o Poder Legislativo se arroga ao exercício de tais regulações, com ou sem apoio ou iniciativa do Executivo, provavelmente terá em mente que poderá estar considerando também daqui a algum tempo estar querendo assumir o ônus da responsabilidade pela formação de todos os cidadãos brasileiros dispostos a ousar bancar uma ordem familiar.

Regular penalmente a sociedade por agressões à ordem econômica e social, moral e psicológica, pelo que parece, fica mais difícil. Como seria discutir com os cidadãos aspectos pelos mesmos apresentados concernentes à qualidade do exercício do poder estatal ou das relações econômicas e suas respectivas interfaces de responsabilidades.

Você não conhece alguém que já requereu atenção de mandatários eleitos sobre assuntos de ordem política e social de competência privada ou procedência pública e ficou a ver navios? "Claro que não," não é mesmo? Você já encaminhou assuntos deta natureza a mandatários político-administrativos ou político-partidários que não foram respondidos condizentemente? "Claro que não", não é mesmo? Afinal, você, sendo meu ou minha compatriota, deve ser um dos "brasileiros e brasileiras" "sem medo de ser feliz" e "com bastante amor para dar". Sem querer nem saber, sem estar "nem aí", sobre quem é quem no "Poder". E a quem certos políticos se referem de público quando expressam termos como "escroque", "grande homem", "mãos limpas" e outras diretas indiretas já, no exercício alegre da investidura pública. "Não é mesmo?"

Bem, eu , de minha parte, falando sério, não vou votar em quem eu sei que não respondeu satisfatoriamente a mim, a outro brasileiro e ou a outra brasileira. Sobre assuntos da maior importância, versando sobre direito econômico, internacional, institucional, político, privado, social e de qualquer outra natureza apresentado a atuais candidatos que nos deixaram a ver navios. Tanto mais se nestas omissões, algumas das quais classificáveis como crimes, os cidadãos que ficaram na dependência de correspondente interesse apresentaram referências de elevado valor institucional sobre as quais poderia discutir onde quer que pudesse ser interessante ou necessário.

Vote bem, vote sério.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Exorcismo nos Estados Unidos

Acabo de receber um relato de caso de exorcismo conduzido em Madri. Um caso narrado por um correspondente de um jornal espanhol que foi autorizado a acompanhar presencialmente.

Lembrei de divulgar um outro, ocorrido nos Estados Unidos, em Iowa, em 1928. O qual não posso reproduzir aqui por questões de direitos autorais. Mas cujo link do relato em Inglês disponibilizo a seguir. O qual recomendo você dedique especial esforço para conhecer.

O link: http://www.saint-mike.org/warfare/library/wp-content/docs/begonesatan.asp

Dias atrás, conversando com alguns amigos, a propósito dos valores da Igreja, lembrei de casos de exorcismo conhecidos, exorcismos pesados como o acima indicado. E lembrei não conhecer um só caso de exorcismo neste nível que não tenha sido conduzido por um Padre da Igreja Católica Apóstólica Romana... Se você conhecer algum caso realmente convincente de equiparado valor, ficarei grato por suas respectivas referências.

"Convertei-vos e crede no Evangelho."

Paz e bem.

domingo, 6 de junho de 2010

Padres, Sexo e Sociedade

Acabo de receber uma mensagem divulgando uma nota de Bispo brasileiro, que aqui transcrevo. Com considerações estatísticas sobre os Padres atuantes no Brasil. Valiosas para que tenhamos um perfil correto e justo da Igreja como um todo. O que pode ser também estendido à Igreja no mundo inteiro.

Por oportuno, lembro conversa que tive com uma amiga, dias atrás. Pelo que desenvolvi considerações sobre o peso de escândalos e pecados para todos nós, civis, cristãos, religiosos declarados adeptos de uma religião, e sociedade civil, militar e religiosa em geral. Assim, por dizer, distinguida.

Ponderei então sobre se uma pessoa casada, ao cometer adultério, não seria motivo de escândalo maior do que uma inobservância de castidade a um Padre. Adultério é um pecado gravíssimo. Um Padre, por infeliz circunstância envolvido numa prática sexual com uma mulher solteira e adulta, poderia até mesmo com ela constituir família. Já uma pessoa casada que comete adultério fere o matrimônio. Ao menos do ponto de vista cristão e de outras religiões que exigem a fidelidade conjugal. E também do ponto de vista das leis civis de amparo à família, arraigadas em valores tradicionalmente enraizados e cientificamente ricos. Claro que, em casos de pedofilia, o seu cometimento é condenável quaisquer que sejam as condições de adultos partícipes.

Hoje, adultérios não são mais manchetes de jornais, e as estatísticas de leigos moralmente irregulares são tão grassas que a Imprensa sequer dedica atenção em suas manchetes como antes... Como que, "acostumados" ou adestrados pelo contexto socioambiental humano contemporâneo, isto apenas deveria ser considerado por nós como "apenas uma doença social"... E pares homossexuais pudessem ser equiparados a casais... Um estúpido erro até mesmo de linguística... Uma aberração de comunicação viciada presente também no terceiro milênio... 2010, Uma Aberração na Terra...

A mensagem que recebi:

Você sabe quantos Padres temos no Brasil? Vamos fazer uma conta?

Qui, 06 de Maio de 2010 10:20 cnbb

Até o dia 1º de maio de 2010, a Igreja contava com 18 mil padres no Brasil. E mais de 100 milhões de fiéis. Isso significa que cada padre tem que atender a mais de 5555 fiéis.


Agora faça essa conta comigo:

* 10% de 18 mil padres = 1.800 padres
* 1% de 18 mil padres = 180 padres
* 0,1% de 18 mil padres = 18 padres
* 0,01% de 18 mil padres = 1,8 padres

Quantos padres brasileiros estão envolvidos em escândalos pela mídia? 2 ou 3? Isso significa menos de 0,02% de todos os padres do Brasil!

* E os outros 99,98%?
* Nós vamos condenar todos os padres por causa de 2 ou 3?
* Nós vamos deixar de acreditar em 11 Discípulos porque Judas traiu Jesus?
* Nós vamos deixar de acreditar no Senhor por causa disso?
* Deixaremos de ir à Igreja e de comungar por causa da mídia escandalosa?
* Vamos deixar que nossa Fé se abale - se ela é de fato verdadeira, por causa disso?
* Rezemos por eles!

Pense bem: mesmo você sendo pecador e imperfeito, mesmo com dúvidas, mesmo que você se afaste da Igreja de Cristo, mesmo assim Jesus morreu por você!

Pense nisso com carinho.
Dom Eduardo Pinheiro da Silva


quarta-feira, 12 de maio de 2010

Rede Globo, Homossexualismo e Sociedade Brasileira

Ultimamente, temos visto publicado pela TV Globo frequentes depoimentos e reportagens relacionados à vida homossexual em nosso País. E reações críticas internas a alguns grupos de relacionamento virtual, principalmente. Com comentários denotando opiniões de que a Rede Globo, pelo fato de estar levando a público as mencionadas matérias, estaria socialmente incorreta. Como que fazendo apologias ao que alguns grupos contemporâneos estão passando a denominar "casais" homossexuais e à respectiva opção de relacionamento a dois.

Temos também recentemente tomado conhecimento de legislação federal amparando parceiros homossexuais com algum tempo de coabitação, a beneficiários previdenciários entre si. Legislação esta que teria sido sancionada pelo Governo provavelmente considerando-se cada parceira ou parceiro de relações homossexuais então legalmente classificadas como estáveis, tomando-se por parâmetro o peso do ganho econômico-financeiro de cada componente das referidas relações como essencial a que a outra pudesse desempenhar suas atividades socioeconômicas no âmbito da sociedade em geral. O que traduziria reconhecimento de essencialidade importante para a sustentação da sociedade em suas necessidades vitais de geração de emprego, impostos, renda e serviços.

Às matérias da TV Globo, o que posso afirmar é que a mesma estaria apenas apresentando ao público em geral o que muitos de nós não teríamos condições de saber se não fosse publicado num veículo potente como a Rede Globo. Num contexto contemporâneo em que temos evidentes expressões da vida homossexual assumida de público em meio a uma sociedade brasileira reconhecidamente deficiente à defesa de sua saúde educacional, moral e cívica e também religiosa. Em que não temos dificuldades de identificar ou lembrar de danos por má qualidade na gestão de famílias, Governos, negócios, religiosidade e vidas pessoais. Com uma proliferação de problemas jamais vista. A Rede Globo, com suas atitudes, poderia de fato ser reconhecida como parte mostrando a nós, em especial aos sem acesso ou conhecimento de casos e fatos de natureza aos acima mencionados, o que está ocorrendo progressivamente no âmbito da sociedade brasileira. Para conscientização de toda a população acerca do que está acontecendo em nossa sociedade, e refletindo-se na qualidade de vida de todos nós. Estimo, sabedora, através de suas equipes de reportagem, da dimensão ponderada que fatos como os atualmente publicados está tendo no tangente a nossos costumes historicamente considerados.

Quanto à recente legislação previdenciária que ampara o que alguém denominou um dia de "casais homossexuais", embora no caso sem poder definir ao certo quem desempenha o papel masculino e quem o de feminino, creio em breve o Governo terá um ônus social equiparado: se o concerrnente amparo legal ao benefício ora em vigor se deu com base nos parâmetros socioeconômicos por mim acima lembrados, em breve pessoas heterossexuais que tenham histórico de estabilidade residencial comum útil ao exercício de suas atividades socioeconômicas também deverão ser equiparadas para usufruir os mesmos benefícios. Afinal, amigos, dois, três, quatro ou mais que, por exemplo, tenham adquirido um imóvel condominialmente de forma essencialmente útil à sustentabilidade de um padrão de vida valioso ao seus respectivos bons desempenhos como cidadãos economicamente ativos, fariam jus, também eles, a um equiparado benefício previdenciário. Pois, em não sendo assim contemplados, na ausência de parte essencial à ordem econômica doméstica e pessoal assim sustentada, quem de permanência ficaria em instabilidade prejudicial à permanência de sua capacidade contributiva na vida da sociedade. Caso a pensar, muito bem pensado...

Antes falei, e agora escrevi!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Hierarquia é importante, sim!!!!!

Finalmente, entre tantas atribuições deste mês de "pássaros mil", depois de ter publicado alguns artigos em outros espaços por mim mantidos, dentre alguns assuntos elencados, encontrei um, por assim dizer, interessante para cá! Senão mesmo apropriado à conjuntura!

Acabo de confirmar convite de nova amizade no facebook! Em que acabei lendo, no cabeçário do novo amigo lusitano, uma menção crítica sobre a hierarquia! Considerando-a tanto inútil quanto mais alta possa se dar!

Bem, decerto o amigo lusitano, ao par de mim e de outros tantos contextualmente esclarecidos em determinadas relações hierarquicamente interdependentes, publicou sua menção num momento de natural decepção para com decisões estúpidas afetantes do seu interesse. Tomadas arbitrariamente de forma contraditória ao que o conhecimento por excelência recomendaria a melhor.

Temos hierarquia em tudo: angelical, familial, institucional, judiciária, profissional, religiosa, etc...! Hierarquia funcional, quando o desempenho de um sistema orgânico ou social depende do entendimento e satisfatório desempenho de um agente catalisador do equilíbrio sistêmico. E diversos outros exemplos cuja citação seria estúpida redundância, quando não claramente interessante! Pois, pois!!! Estando lá, ou estando cá!

Em Administração, reconhecemos a importância da hierarquia quando analisamos a necessidade de identificarmos responsabilidades pelos afazeres e pelo bem ou mal feito! Em que temos até o princípio de unidade de comando, aplicado em organizações humanas de inúmeras naturezas. Sem o que, teríamos uma desordem geral, uma anarquia sociológica, uma incapacidade de procurar quem para resolver e responder pelo que precisamos ter encaminhado!

Entre os macacos e outras espécies do mundo animal, temos hierarquias de grupo fortemente enraizadas e energicamente defendidas. O que tem feito com que os respectivos grupos venham sendo preservados há milênios, frente a suas necessidades naturais de proliferação e aos riscos decorrentes de ameaças de predadores. Uma admirável relação organizacional que faz com que o ser humano pare para pensar no que dispôs o Autor de toda a Criação.

Bem, mas a hierarquia pode mesmo ser reconhecida como inútil. Quando a autoridade concernente ao respectivo nível decisório tem limitações formacionais e gerenciais para contribuir ao que aqueles que dependem de sua desenvoltura possam realizar. Hierarquia bem exercida é fator de comemoração, elogio e êxito individual e grupal. Hierarquia ignóbil é fator de desastre. Estarmos sujeitos a uma ou a outra, bem, isto depende da nossa capacidade, individual ou social, de concorrência a que isto possa se dar, ser mantido, ou modificado!

Bons votos! De felicidade, paz, sabedoria... E qualidade eleitoral, a propósito do que brasileiros e brasileiras deverão exercitar em Outubro! E do que todos os que este artigo lerem virem-se em contingência, não excessiva, de votar! A bem de hierarquias devidamente mantidas por quem de devida e esperada capacidade!

Sim, a toda pessoa objeto de interesse a uma investidura hierárquica, ou mesmo compulsoriamente reconhecida como hierarquicamente responsável, lembrar que considerar que recorrer a quem possa lhe auxiliar com qualidade de informações confiáveis e responsáveis sempre é útil para não ser classificada como... "inútil"! Sujo vaidoso não gosta de um bom banho! E fica sempre fedendo e seboso...! Corrompido pelos valores da vaidade, contra os valores da prosperidade e do bem fazer, e viver...

domingo, 14 de março de 2010

No pecado, somos alicerce ao demônio...

Acabo de chegar da Santa Missa deste Domingo do Senhor. Em que mais uma vez tive a graça de honrar a Sagrada Aliança a qual abracei pelos sacramentos do Batismo, da Eucaristia e do Crisma. E assim participar da Sagrada Ceia pelas benesses de Deus.

Entretanto, devo fazer notar que, durante a mencionada celebração, percebi a presença de algo mais no ar além do que o simplesmente natural. Percebi, ao par de outros presentes, alguém tentando perturbar a atenção santa dos ali reunidos para fortalecerem-se na honra a Deus, na busca da reconciliação a uma vida pefeita e santa. No Caminho, Verdade e Vida que conduz ao Paraíso Eterno de paz a todos os homens de boa vontade aberto.

O demônio decerto estava ali, agindo sorrateiro e escondido. Como o fazem os ratos ocultos nos ocos das paredes ou nos porões. Naturalmente apreensivo quanto à possibilidade de, sendo claramente reconhecido e visível, ser portanto combatido, reprimido, repudiado. Ele, fofoqueiro, intrigante. Que serve-se de momentos de humildade humana, para tentar conduzir-nos à baixa estima, à depressão, a um sentimento de "profunda culpa" pelos nossos pecados. Para reduzir-nos a impotentes para a vida, inúteis nos nossos potenciais de oração e proximidade para com Deus e nossos próximos. Então, decerto servindo-se de algum dos presentes que, por distração ou excesso na noite passada, cometera desvios que pela sua consciência de valores não deveria ter cometido. Naquele momento sagrado sendo por isto utilizado como um "cavalo". Como um sustentáculo a um enxerto de um ramo diferente que nele se põe para proliferar com raízes outras. Pois, com suas próprias, provavelmente o ramo enxertado não teria condições melhores de adentrar a terra em solo áspero, vamos dizer...!

A presença do inimigo foi notada pelo que o mesmo propagou em inusitadas tentativas de contaminar uma reunião de propósito santificante e salvífico. Com lembranças de imperfeições de lideranças comunitárias. No caso, minhas. Tentando inserir, nas mentes e nos corações de todos os comigo reunidos em culto divino, valores desvirtuados de certa experiência que tive décadas atrás. Quando fui conduzida testemunha de grave pecado coletivo contra a integridade de um colega de ensino primário. O diabo estava hoje tentando projetar na comunidade uma imagem falsa minha. Tentando denegrir meu verdadeiro caráter e assim introduzir uma falsa imagem de inconsequente e irresponsável, sem dignidade moral. Uma de suas artimanhas, assaz utilizada perante todos aqueles que ignoram a sabedoria ensinada pelo Senhor, a nós por Ele legada através das Sagradas Escrituras.

Resolvi partilhar isto de público, como valioso sinal de alerta e esclarecimento que é. Como valor útil ao que é-nos essencial admitir, para a felicidade de cada um de nós e de nós todos como população humana capaz de ser efetivamente danosa ao asqueroso condenado danado, maldito, rebelde contra o Senhor da Vida. Felizmente, já temos entre nós um valioso consenso para admitir esta realidade. Sinal de que o discernimento a nós desejado por Deus, a nós que somos a Ele assemelhados, e não somente parecidos, está cada vez mais evidente. E de que o demônio está perdendo, cada dia mais, batalhas e mais batalhas. E de que a vitória desta guerra também mística será de Deus e de todos os Seus...!

A bem do entendimento público de todos os que lerem este artigo, esclareço que a experiência que testemunhei foi a de exploração sexual de um inocente. Na qual minha consciência não permitiu que eu tivesse paridade. Mas que entretanto, por infelicidade, minha insegurança não permitiu que eu denunciasse então. Insegurança tal relacionada ao que estimava poder ser efetivamente providenciado a bom termo no âmbito da sociedade cuja precariedade cultural eu vi-me então. Uma tristeza. Talvez até mesmo minha insegurança tenha se dado por uma certa estimativa de valores legais, não sei, caso eu denunciasse, sem condições de provar então, um grupo de dezenas de colegas de escola explorando um pequenino inocente o qual então já estava vitimado sem que eu tivesse condições de evitar. Diferentemente do que pude providenciar noutra ocasião, a bem da integridade de outrem.

"Ai de quem não procurar a sabedoria." "Ai de quem não apregoar a sabedoria." "Ai do tímido." "Procurai as ciências e a sabedoria." "Glória a Deus nas Alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados."

Sim, o cavalo humano linhas acima mencionado teria sido um infeliz que recentemente decerto cometeu grave deslize. E que assim ficou frágil para servir de suporte para a presença atrevida, ainda que escondida, do contaminante maligno murmurante e sussurante perturbador de toda iniciativa santa de aproximação do ser humano para junto do Senhor. Não sabemos quem dentre os presentes foi infeliz a este ponto. Mas sabemos, muitos de nós, que algum de nós ali presentes decerto naquele instante sentiu o peso da sua fraqueza na vigilância. E que portanto sentiu a infelicidade das consequencias da negligência. E que, pela maturidade da assembléia ali reunida, reconheceu, conosco, que doravante tem mais motivos para evidentemente ter mais cuidado com a vida.

Durante a Missa, refletindo sobre o assunto, lembrei também de que, após a morte carnal, entramos num processo de plenitude de discernimento amplo sobre tudo o que passamos na vida. Em que aflora, publicamente perante todas as Almas as quais nos veem, toda a nossa experiência de vida segundo as nossas consciências... E comparei a dimensão do que experimentei na Missa deste domingo, relacionada a um único momento de pecado por algum de nós cometido, com a dimensão ampla da projeção de todos os pecados por nós cometidos em toda a nossa vida. Em meio a uma multidão de Almas, da Hierarquia Angélica e da Santíssima Trindade, segundo a sabedoria divina. E achei por bem lembrar, a quem eu pudesse, sobre o peso de cada uma destas situações. A bem do que é necessário para a felicidade nossa já aqui na Terra e também para a vida eterna que é alcançável para cada um de nós. O Espírito Santo como que persegue até o maior dos pecadores, "com gemidos inefáveis", para que se converta, se reconcilie, e viva... Livre de todo mal, para sempre, junto com todos os eleitos de Deus ao Paraíso...

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Tostão vale Milhão

Acabo de receber um e-mail no qual fui informado que o Presidente Lula e a Associação dos Campeões Mundiais do Brasil negociam aposentadoria e indenização para os atletas da seleção que ganharam Copas do Mundo. O benefício valeria inicialmente aos ex-jogadores de 1958 e se estenderia, posteriormente, a quem atuou nos Mundiais de 1962, 1970, 1994 e 2002. Reunião na Casa Civil teria discutido as cifras a serem pagas aos campeões.

O valor negociado para cada um seria em torno de mil salários mínimos, no caso da indenização (465 mil reais), e de dez salários mínimos (4.650 reais), o teto da Previdência, para a aposentadoria. A expectativa é de que o anúncio da nova medida seria feito pelo Governo na próxima semana.

Tostão, que defendeu brilhantemente o Brasil na Copa de 1970, diante do conhecimento que tomou sobre o assunto, teria escrito o seguinte:

Na semana passada, ao chegar de férias, soube, sem ainda saber detalhes, que o governo federal vai premiar, com um pouco mais de R$ 400 mil, cada um dos campeões do mundo, pelo Brasil, em todas as Copas.

Não há razão para isso. Podem tirar meu nome da lista, mesmo sabendo que preciso trabalhar durante anos para ganhar essa quantia.

O governo não pode distribuir dinheiro público. Se fosse assim, os campeões de outros esportes teriam o mesmo direito. E os atletas que não foram campeões do mundo, mas que lutaram da mesma forma? Além disso, todos os campeões foram premiados pelos títulos. Após a Copa de 1970, recebemos um bom dinheiro, de acordo com os valores de referência da época.

O que precisa ser feito pelo governo, CBF e clubes por onde atuaram esses atletas é ajudar os que passam por grandes dificuldades, além de criar e aprimorar leis de proteção aos jogadores e suas famílias, como pensões e aposentadorias.


É necessário ainda preparar os atletas em atividade para o futuro, para terem condições técnicas e emocionais de exercer outras atividades. A vida é curta, e a dos atletas, mais ainda.

Alguns vão lembrar e criticar que recebi, junto com os campeões de 1970, um carro Fusca da prefeitura de São Paulo. Na época, o prefeito era Paulo Maluf. Se tivesse a consciência que tenho hoje, não aceitaria. Tinha 23 anos, estava eufórico e achava que era uma grande homenagem.

Ainda bem que a justiça obrigou o prefeito a devolver aos cofres públicos, com o próprio dinheiro, o valor para a compra dos carros. Não foi o único erro que cometi na vida. Sou apenas um cidadão que tenta ser justo e correto. É minha obrigação.

Tostão

Tostão, nosso honorável e exemplar concidadão, está integralmente certo. Inclusive porque a maioria dos nossos campeões mundiais de futebol ganharam ricas rendas em função das concernentes conquistas. A eles cabendo a responsabilidade pelo seu uso bom ou ruim. Ao par do que cabe considerar a todos os nossos eminentes desportistas. Extensivamente a nossos empresários que um dia já foram campeões de vendas...

Cabe aqui questionar em que rubrica contábil o Governo brasileiro classificaria as aludidas "indenizações". Se o orçamento correlato não tem relação com direitos ou perdas trabalhistas ou econômico-financeiros vinculados para com a Fazenda Nacional. Da "grande fazenda" Brasil...

O Governo deve usar com bom senso o erário público. Dignificando todo esforço dos contribuintes a que tenhamos capacidade e patrimônios salutares de sustentabilidade econômica. Com geração de emprego, renda e qualidade de vida social e política em geral. Sem quaisquer proselitismos. Menos ainda em ano eleitoral.

É isto. Nosso Tostão vale milhão. Milhões, milhões...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Internet: Importantes Dados Sobre Redes Sociais e Saúde

Acabo de tomar conhecimento de importantes dados sobre a realidade das redes sociais e sobre algumas características patológicas (individuais e ou sociológicas) relacionadas a uso excessivo da Internet e depressão.

Por serem referências de valor para que os usuários da Internet aproveitem o seu tempo de forma produtiva e útil, a bem de suas necessidades de realização pessoal, partilho os links neste espaço. Pela atitude de muitos usuários do espaço virtual, podemos notar muitas vezes atitudes relacionadas ao ativismo ocupacional. Pura e simplesmente, sem que se conduza de forma inteligente. Como o que seria ideal ao aproveitamento do tempo real a uma efetiva busca de uma vida de maior qualidade, não efêmera, simplista. Como se a valiosa faculdade de interagir em tempo real ou virtual, por imagem, letras e voz, fosse para muitos uma simples brincadeira! No que muito do que no mesmo tempo poderíamos ter construído e realizado deixa de ser desenvolvido.

Afinal de contas, se nos esforçamos para estarmos vivos também aqui, estamos assim vivos, não virtualmente, mas efetivamente, realmente. Como que falando ao telefone, nos "telecomunicando". Só que desta maneira, pela Rede Mundial de Computadores. Com recursos de comunicação própria e de terceiros que nos proporcionam uma condição extraordinariamente mais rica de formação, informação e interação. Nunca antes disponível. E isto não é para levarmos na brincadeira o que é sério e valioso!

Vale conferir. Os links:

Dados Brasileiros Sobre Redes Sociais:
http://comunicadores.info/2010/02/02/dados-brasileiros-sobre-redes-sociais/

Estudo vincula excesso de internet a depressão:
http://migre.me/iDKx

A vida virtual é real!

domingo, 10 de janeiro de 2010

Sobre o Que Eu Mais Deveria Escrever?!

Décimo dia de 2010, 2012 adiante e nas grandes telas, ano eleitoral brasileiro, crises de qualidade política, problemas climáticos cada vez mais frequentes, Pré-Sal com projeções e reconsiderações, compras militares brasileiras em exame, emprego e desemprego na balança conjuntural, espiritualidade, saúde, contexto geopolítico latinoamericano, potenciais e tendências migratórios no Brasil, e muitos outros assuntos importantes! Quais deles você gostaria que eu abordasse mais?!

Eu gostaria de escrever conforme a demanda de, vamos dizer..., meu público, meus leitores! Preferencialmente eleitores das matérias que acreditam minha opinião poderia fazer a diferença ou enriquecê-los nos respectivos assuntos. Mesmo sem patrocinador, e sem a demanda pela aquisição do meu livro sobre a Bíblia estar sequer satisfatória ao que poderia ser dado em interesse brasileiro e cristão. Além dos seus respectivos e imediatos resultados socioeconômicos dirigidos a Missões e Caridade. Sem o menor risco de que os recursos vinculados possam ser classificados por eventuais portadores como destinados a compra de Panetones ou transportáveis em cuecas ou meias... E ainda com a segurança de quem o adquiriu e leu. De uma vida mais afirmada e feliz, numa saudável doutrina e na extraordinariamente valiosa sabedoria a nós legada por Deus. A bem de toda a humanidade "pró-vida", inclusive eterna e então imperturbável pelo demônio!

Mas, na ausência das condições acima, enquanto com forças e reconhecimento para isto, concorrer para com a qualidade de vida através do que venho realizando aqui e em outros espaços convencionais ou virtuais, efetivamente reais, continuo! Com os pés no chão! E esperanças no coração e na mente! "Sempre avante, jamais retroceder." Aqui, agora, ontem, amanhã, certo de que é preciso saber viver, viver e fazer viver. Conforme sugere o bom senso, de acordo com o esforço ponderado. Em relação ao que o interesse de quem de haver pode justificar. Ou ao que o potencial de meu aproveitamento possa assim a outrem a bem despertar!

Bem, sem pretender ser inferente, se bem que com direito de co-proprietário, no caso das aquisições de aeronaves de guerra ora na pauta do Governo que é de todos nós brasileiros, e por nós justificado e mantido, tenho apenas uma consideração. A qual tem em conta o fracasso do projeto do AMX, que preocupa-me quanto ao potencial de aquisição do projeto do avião sueco. Além do que, temos os Estados Unidos, eminente potência bélica mundial, adotando aviões com duas turbinas, quando não três. O que parece sugerir que equipar-se, com dimensões continentais como as nossas, com aviões de uma turbina só não é uma boa pedida para viagens em potencial de "longo curso"... Países estrategicamente localizados como a Suécia, com objetivos e necessidades de defesa logística básica não exigem preocupações com grandes distâncias, podem, eles, dar-se por satisfeitos apenas com uma turbina. E uma frota bem maior disponível, em relação aos poucos aviões que comparadamente podermos comprar...

Creio que ajudei um pouco a uma abordagem clara e desenvolta do assunto, democraticamente interessante e valiosa! Esperando que você, leitor e leitora deste blog e dos demais textos de minha autoria publicados em jornais, livros, revistas, sites e trabalhos diversos, faça também a sua parte para nosso progresso! Opine! Diga a mim o que deseja que eu aborde! Precisamos disto! E não deixe de prestigiar tudo o que eu faço. E a Deus, acima de nós, por Quem tudo o que somos e temos de bom é reconhecido!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

BOAS FESTAS E FELIZ 2010!

Desejo a você Boas Festas de Confraternização Universal
E Um Ano de 2010 repleto de felicidades
em todos os momentos que vivermos!
Que todas as nossas necessidades sejam satisfeitas
a bem do amor!
Que todas as nossas dificuldades sejam vencidas,
a bem da vida!
Que todas as quedas não possam nos abalar,
a bem da fé!
E que todos os candidatos políticos em que votarmos não nos desapontem!
E que consideremos fazer a diferença no interesse coletivo,
Cônscios de que o simples voto é algo muito simples
Em relação ao que o exercício da cidadania exige de nós!
Oremos sem cessar, e iluminemos o Mundo assim!
Decerto assim colheremos copiosos frutos e alegraremos os Céus!
Sejamos Felizes! Vivamos e façamos viver...!
Tarcísio Santos de Salles
Blogger: http://blogtarcisiosalles.blogspot.com/
Gente de Fé: http://gentedefe.com/santosdesalles/
Twitter: http://twitter.com/tassalles/